Folha Vitória Preso suspeito de assassinar casal em sítio no município de Santa Leopoldina

Preso suspeito de assassinar casal em sítio no município de Santa Leopoldina

O casal foi morto a tiros no último domingo (18), no sítio em que vivia

Folha Vitória
Foto: Reprodução
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O suspeito de assassinar a advogada Marinelva Venturim de Paula e o marido D'Ali Atash no último domingo (18), em um sítio do casal na região de Colina Verde, em Santa Leopoldina, região serrana do Espírito Santo, foi preso nesta terça-feira (20). 

De acordo com a polícia, mais informações sobre o suspeito de ser o autor do duplo homicídio, serão repassadas pela Polícia Civil, por meio da Delegacia de Polícia de Santa Leopoldina nesta quarta-feira (21) durante entrevista coletiva. 

Liberação de corpo de advogada

A Justiça autorizou, na noite desta terça-feira (20), a liberação do corpo de Marinelva. Já o corpo do marido dela, o iraniano D'Ali Atash, continua no Departamento Médico Legal (DML) de Vitória.

De acordo com a filha de Marinelva, o corpo da mãe será liberado nas próximas horas. Já o do padrasto vai continuar no DML até que a Justiça autorize a liberação. A família prevê que esse processo dure, no máximo, 48 horas. Familiares do iraniano permitiram que o corpo dele seja enterrado junto com o de Marinelva, no Brasil.

Últimas