Folha Vitória Primeira vacinada contra a covid-19 no ES, técnica de enfermagem recebe segunda dose

Primeira vacinada contra a covid-19 no ES, técnica de enfermagem recebe segunda dose

Após receber a última dose da Coronavac, Iolanda Brito relembrou as dificuldades que enfrentou até chegar ao tão sonhado cargo

Folha Vitória
Foto: Reprodução / TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Famosa logo nas primeiras semanas do ano, por ser a primeira pessoa do Espírito Santo a receber uma dose da vacina contra a covid-19, no dia 18 de janeiro, a técnica de enfermagem Iolanda Brito encerrou seu processo de imunização ao tomar a segunda dose da CoronaVac. Agora, o sentimento é de alívio e esperança para toda a família da técnica, que trabalha no Hospital Estadual Jayme dos Santos Neves, na Serra, e passou por uma série de dificuldades até conquistar o tão sonhado cargo.

Natural da cidade de Itabuna, no interior da Bahia, Iolanda, junto com a família, passou por grandes dificuldades. Um cenário capaz de desmotivar qualquer sonho e que ficou ainda mais difícil após a morte precoce dos pais. 

Em meio aos problemas e à vontade de estudar, Iolanda se viu obrigada a abandonar os próprios desejos e a pegar para si uma grande responsabilidade.

Busca por melhores condições de vida

Anos se passaram, Iolanda se casou e teve quatro filhos. Em busca de uma vida melhor, a futura técnica de enfermagem, junto com a família, decidiu mudar para o Espírito Santo em 2000, quando conseguiu dar continuidade aos estudos. Além da persistência e do desejo de um futuro melhor, Iolanda contou com a ajuda do marido Joilson Alves dos Santos que, mesmo trabalhando como motorista de ônibus interestadual, foi de suma importância para essa mudança radical na família.

"Tenho muito orgulho. Sempre apoiei e eu sei que, na época, a dificuldade era muito grande. Mas eu me recordo que eu falei que não queria mais ela limpando chão, que ela devia estudar e seguir os sonhos", disse o esposo.

Voluntária

Foto: Reprodução / TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Com a família em solo capixaba e o diploma de técnica de enfermagem nas mãos, Iolanda decidiu trabalhar de forma voluntária no Hospital Dório Silva, na Serra, até adquirir experiência para, enfim, entrar no Hospital Jayme dos Santos Neves.

Assim que conseguiu uma vaga no Jayme, a recém técnica contou com mais uma ajuda da colega de trabalho, Leortina de Jesus Batista.

A primeira imunizada

Há pouco mais de um mês, no dia 18 de janeiro, no auditório do Jayme dos Santos Neves, Iolanda Brito se tornou a primeira cidadã capixaba a ser imunizada contra a covid-19 com a vacina CoronaVac. Mas foi neste semana que o sentimento de alivio e esperança tomou conta da técnica de enfermagem, após ela tomar a segunda dose do imunizante.

Leia também: 'Não tenham medo', diz primeira capixaba a receber dose da vacina contra o coronavírus

Funcionária do hospital estadual referência no tratamento de pacientes com covid-19 no Espírito Santo, Iolanda viu muitas pessoas partirem, em virtude da grave infecção. Dos 290 leitos disponíveis no hospital, 250 são destinados à terapia intensiva.

"Foi muito difícil, porque eu vi muitas pessoas conhecidas morreram, amigos da área. Eu sei que eu fiz muitos 'pacotes' de pessoas mortas por covid-19", lembrou.

* Com informações da repórter Fernanda Batista, da TV Vitória/Record TV.

Últimas