Procon Vitória fiscaliza financeiras contra prática abusiva de empréstimos

A equipe de fiscalização do órgão vai percorrer instituições financeiras com maior número de reclamações dessa natureza na capital. Trata-se de uma ação proposta pela Associação Brasileira de Procons (Proconsbrasil)

Foto: Divulgação/ procon
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O Procon Vitória começou nesta terça-feira (1º) uma operação de fiscalização contra prática de concessão de empréstimos abusivos em relação aos idosos.

Só em 2019, 29,45% dos consumidores atendidos pelo órgão têm idade acima dos 61 anos (idade considerada pessoa idosa pela Secretaria Nacional do Consumidor). Esse aumento já é registrado nos últimos três anos.

Em 2018, o total de pessoas idosas que recorreram ao Procon para resolver seus problemas chegou a 1.443, o que representou 26,53% do total geral de atendimentos. Em 2017, a taxa foi de 21,47%.

Os problemas com instituições financeiras configuram um dos principais motivos que levam a população idosa a procurar atendimento no órgão de defesa do consumidor de Vitória.

Alvo

A gerente do Procon Vitória, Herica Correa Souza, revelou que, após a lei 10.820/2003, que permitiu aos aposentados e pensionistas consignar até 30% (hoje 35%) da sua aposentadoria para o pagamento de um crédito, os idosos passaram a sofrer com ataques e se tornaram alvo de cobiça das instituições financeiras.

No contato dessa parcela da população com as equipes que atuam nos canais de atendimento do Procon Vitória, Herica contou que é perceptível o desconhecimento das pessoas com idade mais avançada frente a questões jurídicas, contratuais e financeiras.

"Muitos fornecedores aproveitam-se desse fato e desrespeitam as regras estabelecidas pelo Código de Defesa do Consumidor (CDC), ferindo os direitos básicos e fundamentais do idoso e o respeito a uma relação consumerista justa, humana e igualitária", declarou Herica.

Ações

A operação vai ao encontro de outras ações do Procon voltados para os idosos. No primeiro semestre, equipes do Procon Vitória estiveram nos Centros de Convivência para a Terceira Idade (CCTI's) promovendo a educação financeira e falando sobre os direitos dos idosos.

Dignidade

Para o secretário de Cidadania, Direitos Humanos e Trabalho, Bruno Toledo, intensificar as ações para a educação da pessoa idosa visando à sua proteção é fundamental para que essa população possa viver com dignidade.

"O consumidor idoso é uma vítima das estratégias predatórias do mercado de consumo. Nossa orientação para as equipes do Procon Vitória é para que fiquem atentas e atuem de forma mais intensa na prevenção, educação e conscientização desse público, garantindo que a pessoa idosa possa viver com dignidade, respeito e ter seus direitos humanos assegurados", frisou o secretário.

Dicas contra abusos das financeiras

A primeira dica é cadastrar todos os seus telefones nos bloqueios de telemarketing. A medida é válida para os bancos de dados dos Procons, Ministérios Públicos e da ANATEL.

Sempre antes de contratar um empréstimo, é preciso conversar com a família e avaliar a real necessidade de contratação.

Manter uma planilha organizada de despesas e orçamento familiar também pode auxiliar para que empréstimos desnecessários não sejam contraídos.

Em caso de dúvidas, lembre-se sempre de buscar informações junto no Procon Vitória, pelo aplicativo ProconVitoria ou pelo serviço Fala Vitória 156.