Folha Vitória Purpura senil: entenda o que provoca as manchas roxas na pele de idosos

Purpura senil: entenda o que provoca as manchas roxas na pele de idosos

Exposição aos raios ultravioletas e o uso anti-inflamatórios não esteroides são alguns dos fatores que contribuem para o parecimento das manchas

Folha Vitória
Foto: Reprodução
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O aparecimento de manchas roxas na pele de pessoas idosas é comum. O escurecimento em locais determinados, pode ser provocado pela púrpura senil ou púrpura de Bateman, como também é conhecida. A condição é mais comum no processo de envelhecimento da pele. 

Segundo o dermatologista Eduardo Carnavale de Carvalho, as lesões em tons arroxeados são mais comuns em pessoas idosas de pele clara. “Estas lesões são irregulares e de tom arroxeado. Ficam expostas na pele e geralmente é ocasionada nos braços e nas mãos. Algumas lesões regridem e formam manchas amareladas e até marrom”, disse. 

O médico explica que o processo de mudança na tonalidade da pele acontece à medida que o corpo envelhece, pois a pele fica mais fina e mais delicada. “Com o passar dos anos, a exposição aos raios ultravioleta (UV) enfraquece os tecidos conjuntivos que mantêm os vasos sanguíneos permeáveis. Essa fraqueza torna os vasos sanguíneos frágeis, e os glóbulos vermelhos podem escorrer nas camadas mais profundas da pele, fazendo com que a purpura apareça". 

Alguns fatores colaboram para acelerar o processo de envelhecimento da pele, como a exposição excessiva ao sol e em horários de grande incidência de raios ultravioletas, o uso de esteroides e anti-inflamatórios não esteroides também contribuem para o surgimento mais rápido das purpura senil. 

Últimas