Folha Vitória Quadrilha faz vigilante refém e tenta roubar carga de R$ 80 mil em obra de Viana; 6 foram presos

Quadrilha faz vigilante refém e tenta roubar carga de R$ 80 mil em obra de Viana; 6 foram presos

O vigia disse que o grupo chegou a pé, mas depois os criminosos apareceram com um caminhão e uma caminhonete

Folha Vitória
Foto: Reprodução TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Uma quadrilha invadiu uma obra, fez o vigilante refém e tentou roubar materiais de construção e ferramentas. A polícia foi acionada e prendeu seis pessoas em flagrante. O crime aconteceu no bairro Arlindo Villaschi, em Viana.

A vítima contou que ficou na mira de nove bandidos por 30 minutos. O vigilante foi obrigado a ficar quieto enquanto as coisas eram roubadas de uma obra para a construção de um galpão de logística. O funcionário disse que não conseguiu observar se os criminosos estavam armados, mas afirmou que os homens já chegaram ao local dando ordens. 

Além das telhas, que os trabalhadores iriam instalar, os criminosos queriam também as ferramentas. De acordo com o proprietário, a carga é avaliada em R$ 80 mil. O vigia disse que o grupo chegou a pé, mas depois os criminosos apareceram com um caminhão e uma caminhonete. 

Diante da movimentação, um policial da região acionou o Ciodes e seis pessoas foram presas, sendo quatro da mesma família. Alguns dos suspeitos estavam em uma parte alta e um deles até pulou para escapar do flagrante, mas ainda assim foi detido. Outras três pessoas conseguiram fugir: duas em uma moto e outra a pé.

Os detidos foram levados para a delegacia e o material de construção foi guardado. O vigilante teve o celular roubado e disse que na hora teve medo de que grupo pudesse ter alguma atitude violenta.

Em nota, a Polícia Civil informou que a ocorrência está em andamento no plantão vigente da Delegacia Regional de Cariacica. Somente após a finalização das oitivas da ocorrência teremos informações do procedimento que será adotado pelo delegado plantonista com os suspeitos conduzidos.   

*Com informações da repórter Jéssica Cardoso, da TV Vitória/Record TV

Últimas