Folha Vitória Qualquer pessoa com deficiência poderá ser vacinada a partir de segunda no ES

Qualquer pessoa com deficiência poderá ser vacinada a partir de segunda no ES

Uma portaria com mais detalhes sobre a vacinação deve ser publicada ainda nesta semana pela Secretaria de Saúde (Sesa)

Folha Vitória
Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

A população com qualquer tipo de deficiência deve começar a ser vacinada a partir da próxima segunda-feira (31), no Espírito Santo. A imunização não dependerá mais do cadastro no Benefício de Prestação Continuada (BPC). Ou seja, pessoas com deficiência motora também poderão receber a vacina. Uma portaria deve ser publicada ainda nesta semana pela Secretaria de Saúde (Sesa).

A informação foi confirmada pelo subsecretário de Vigilância em Saúde, Luiz Carlos Reblin, que ainda disse que os trabalhadores de portos e aeroportos passarão a ser vacinados contra a covid-19 também na próxima semana. Segundo a Sesa, a expectativa é que 19.851 trabalhadores sejam imunizados no Espírito Santo.

Leia também: Covid-19: ES quer começar a vacinar população maior de 18 anos até agosto

O anúncio também foi confirmado pelo governador do Estado, Renato Casagrande, durante ato simbólico de vacinação dos trabalhadores do transporte coletivo rodoviário de passageiros, ocorrido na quarta-feira (26).

“Algumas categorias entram (na ordenação) do Plano Nacional de Imunização, como o caso dos portuários e aeroportuários. Outras, como os rodoviários, estamos tomando esta decisão de fazer o processo mais adiantado com o uso da reserva técnica. Respeitamos o Plano e seguimos, mas como os nossos profissionais são cuidadosos com a aplicação da vacina, não temos perdas e conseguimos avançar nas demais categorias, dando um pouco mais de tranquilidade às pessoas que exercem suas atividades”, explicou o governador.

As doses referentes aos trabalhadores de portos e aeroportos serão encaminhadas aos estados de acordo com a estimativa populacional, de forma escalonada. Na remessa enviada na madrugada de quarta-feira (26), o Ministério da Saúde definiu o envio de 19.627 doses, sendo 793 para trabalhadores do transporte aéreo (população estimada de 1.017) e 18.834 doses para trabalhadores portuários (população estimada 18.834).

Vacina para toda a população

O Espírito Santo aguarda a aprovação do Ministério da Saúde para iniciar a vacinação da população em geral - fora dos grupos prioritários - contra a covid-19. Se aprovada, a imunização ocorrerá por idade decrescente. A previsão da Secretaria de Saúde (Sesa) é aplicar a primeira dose em todos os maiores de 18 anos até agosto deste ano.

O subsecretário em Vigilância de Saúde Luiz Carlos Reblin esclareceu que o planejamento depende ainda da chegada das doses de vacina. Segundo ele, pela previsão do Ministério da Saúde, o Espírito Santo deve receber mais de 800 mil doses em junho.

"Nossa expectativa é iniciar em junho a vacinação para a população com mais de 55 anos. Estamos aguardando a definição do Ministério da Saúde. Se tivéssemos vacina disponível, chegaríamos em junho aos 18 anos. No ritmo da chegada das doses, devemos alcançar essa faixa etária no final de julho ou agosto", afirmou.

Atualmente, o Espírito Santo tem como grupos prioritários as pessoas com comorbidades, gestantes, idosos, trabalhadores da saúde, professores, agentes da segurança pública, rodoviários e moradores em situação de rua. Segundo o subsecretário, trabalhadores de portos e aeroportos devem ser atendidos nas próximas semanas. Outros profissionais devem ser vacinados junto ao grupo da população em geral.

Últimas