Folha Vitória Queda de marquise no Centro de Vitória pode ter acontecido por falta de manutenção, diz Defesa Civil

Queda de marquise no Centro de Vitória pode ter acontecido por falta de manutenção, diz Defesa Civil

De acordo com engenheiros, o prédio onde o acidente aconteceu tem 90 anos e em janeiro de 2020 o proprietário do imóvel já tinha sido notificado sobre irregularidades

Folha Vitória
Foto: Reprodução / Leitor via WhatsApp
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Após o desabamento de uma marquise de uma loja, na manhã desta quinta-feira (29) no Centro de Vitória, engenheiros da Defesa Civil realizaram perícia no prédio e informaram que  o motivo do acidente por ter sido por falta de manutenção. Ao menos 200 imóveis da região central da cidade já foram notificados pelo mesmo problema. 

A queda da estrutura do imóvel deixou um vendedor ambulante ferido. Ele foi socorrido e precisou ser levado para o hospital Estadual de Urgência e Emergência de Vitória. De acordo com a apuração da TV Vitória / Record TV, ele continua internado e o estado de saúde dele é estável. 

O momento em que a marquise desabou foi flagrado por câmeras de monitoramento da região. As imagens são impressionantes:

Quatro pessoas chegaram a ficar presas dentro da loja após o desabamento. Segundo o corpo de bombeiros, elas foram resgatadas sem ferimentos.

Durante a tarde, técnicos da Defesa Civil da Prefeitura de Vitória realizaram uma avaliação mais detalhada no local, para descobrirem as causas da queda. A equipe adiantou para a reportagem da TV Vitória / Record TV que a queda pode estar ligada a falta de manutenção e ao peso de placas de publicidade.

A edificação, segundo a Defesa Civil, tem 90 anos e em janeiro deste ano o proprietário do imóvel já tinha sido notificado sobre irregularidades na marquise. 

Problema se repete em outros imóveis

Foto: Arleson Schneider / TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

De acordo com o coordenador da Defesa Civil Municipal, Jonathan Jantorno, outros 201 imóveis da região central da capital também foram notificados pelo órgão em janeiro deste ano, por apresentarem irregularidades nas estruturas de marquises.

Segundo os técnicos, o prédio está interditado por tempo indeterminado. A loja de baixo estava alugada para um comerciante do ramo de eletrônicos, que inaugurou o novo estabelecimento nesta quinta-feira (29), pouco antes do acidente acontecer.

>> Leia também: Marquise de loja desaba no Centro de Vitória e deixa uma pessoa ferida

* Com informações da repórter Milena Martins, da TV Vitória / Record TV

Últimas