Folha Vitória Queda de pressão é mais frequente nos dias quentes

Queda de pressão é mais frequente nos dias quentes

Idosos e crianças são as principais vítimas, e a falta de hidratação é um dos principais motivos para que o problema ocorra

Folha Vitória
Foto: Pixabay
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Sensação de fraqueza, sonolência, sudorese aumentada são alguns dos desconfortos que os dias quentes podem provocar em algumas pessoas. Devido às altas temperaturas, o funcionamento do corpo pode sofrer variações, entre elas a queda da pressão arterial, que é a redução da força que o fluxo sanguíneo exerce nas paredes das artérias.

De acordo com a médica cardiologista, Kátia Vasconcellos, em períodos muito quentes, os vasos costumam se dilatar para ajudar a equilibrar a temperatura corporal, diminuindo a pressão com que o sangue passa nas veias e artérias, provocando a queda de pressão.

“Outro problema é que no calor, suamos mais. Com o suor, perdemos líquidos que, se não forem repostos, podem levar a uma queda de pressão. A pressão baixa no verão é mais comum em crianças e idosos, que perdem líquidos mais facilmente, mas também pode atingir adultos e adolescentes. Manter-se hidratado é a principal forma de prevenir a pressão baixa”, disse ela.

Alguns sinais indicam que uma pessoa pode estar com a pressão abaixo do normal. Os principais e mais frequentes são a sonolência e tontura, principalmente na hora de se levantar.

“Quando a pressão está baixa, o organismo demora mais para se adaptar e o sangue não circula adequadamente no cérebro. Isso pode acontecer por falta de hidratação e de ventilação”, alertou.

“Para minimizar os efeitos negativos dos dias altamente quentes é indispensável que as pessoas aumentem o consumo de água, se possível, beber água de coco, porque além de hidratar ela é rica em minerais, invista também nos demais líquidos, como os chás e sucos”, ponderou.

É importante saber a hora certa de praticar exercício, ou seja, evitar os horários de muito calor. Evitar ambientes fechados e pouco ventilados. Manter uma alimentação equilibrada e rica em frutas e verduras também ajuda a manter o equilíbrio da pressão arterial. 

Últimas