Folha Vitória Quer começar o ano investindo? Confira dicas de especialistas

Quer começar o ano investindo? Confira dicas de especialistas

Tesouro Selic, fundos e ações são algumas opções de investimentos

Folha Vitória
Foto: Reprodução
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Planejamento é uma das chaves para o sucesso de um negócio. E que tal começar o ano se organizando para investir e conseguir planejar a vida financeira do futuro. 

Para te ajudar a cumprir as suas metas de investimento sem sofrer e terminar o ano de 2021 com dinheiro em caixa, a especialista em investimentos Paula Zogbi e a educadora financeira Tereza Tayra separaram algumas dicas para te ajudar a administrar o negócio.  

Organização

"Antes de pensar em investir é preciso organizar a sua vida financeira. Você tem dívida? Gasta mais do que ganha? Se esse for o seu caso, mapeie o seu orçamento para cortar gastos supérfluos e negocie suas dívidas. Os juros de um empréstimo pessoal, do cheque especial e do cartão de crédito são maiores do que o seu lucro com um investimento". 

Reservas de emergência

O ideal, segundo as especialistas, é ter um dinheiro suficiente para manter as contas fixas, como água, luz, aluguel e condomínio de seis a 12 meses sem renda, caso aconteça algum imprevisto. As melhores opções para esse tipo de investimento são: Tesouro Selic, CDB ou fundo DI (taxa zero). 

Perfil do investidor  

Sem dívidas e com uma reserva garantida, é hora de conhecer o seu perfil investidor: moderado, arrojado ou agressivo. Isso é fundamental para se saber quais são as aplicações mais indicadas para você.

Investimentos diversificados 

Se você tem pouco dinheiro para começar sua carteira, o ideal é optar por fundos de investimentos diversificados. “A partir de R$ 100 dá para escolher um fundo. A modalidade também é indicada para quem desconhece o mercado financeiro ou não tem tempo para acompanhar”, diz Paula.

Desempenho das companhias 

Já se o investidor tem mais dinheiro e tempo para acompanhar o sobe e desce da bolsa de valores e, o principal, gosta de se arriscar, pode começar a estudar o desempenho das companhias e investir em ações. Esse tipo de investimento exige a abertura de uma conta em uma corretora.

Renda Fixa

Entretanto, se você é conservador e não tem fôlego para ver seu dinheiro subir e descer conforme a oscilação do mercado, a solução é ficar na renda fixa.

Prazos 

Quem optar por renda fixa deve se atentar aos prazos dos títulos e outros investimentos da modalidade. Nesse caso, é fundamental identificar o momento da sua vida. Há papéis que vencem daqui a 5 anos ou 10 anos. "Veja quando você precisará do dinheiro e procure produtos equivalente", lembram as especialistas.

Fundos  

"Os fundos multimercados, por exemplo, têm opção de aplicações para quem pode manter o dinheiro lá por pelo menos 3 anos. Já os fundos de ações ou ações são aconselhados para quem pode ficar 5 anos com aquele investimento", destacam. 

Aposentadoria

A aposentadoria exige a escolha de investimentos que protejam seu dinheiro da inflação: fundos de previdência, tesouro IPCA+ ou outros títulos que têm IPCA+.

Mudanças de mercado 

Conhecendo o produto que está investindo e sendo este de acordo com o seu perfil, não se deixe levar pelos momentos negativos do mercado. “2020 por exemplo foi prova disso”, lembra Paula.

*Com informações do Portal R7! 

Últimas