Folha Vitória Rio Branco anuncia a chegada de técnico alemão para o comando do time em 2021

Rio Branco anuncia a chegada de técnico alemão para o comando do time em 2021

Andre Visser tem a Licença A da UEFA iniciou sua carreira na Federação da Alemanha

Folha Vitória
Foto: Divulgação/ Rio Branco
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Após a perda do título estadual para o Rio Branco de Venda Nova no penúltimo dia de 2020, o Rio Branco começa a mirar a temporada de 2021, onde além do estadual, o clube vai disputar três competições nacionais (Série D, Copa do Brasil e Copa Verde). Dessa forma, o Capa-Preta anunciou nesta quinta-feira (07) a chegada do novo comandante, o alemão Andre Visser.

O treinador tem Licença A da UEFA e iniciou sua carreira na Federação da Alemanha, atuando nas categorias de base na região da Bremen. Ele também comandou o Bremen e o ESCG, ambos clubes de futebol profissional.

Estudioso do futebol, Andre acompanha o futebol brasileiro há anos, sendo os últimos dois dedicados a análise do futebol capixaba. Ele chega para comandar o time após a saída de Eleomar Pereira, que não teve o contrato renovado ao final do Capixabão de 2020.

Filho de mãe capixaba, Andre disse estar empolgado com a oportunidade de comandar o Capa-Preta na temporada. "Me sinto orgulhoso e muito feliz em chegar ao Rio Branco. Minha mãe é capixaba, e sempre que eu vinha ao Espírito Santo, via pelas ruas a camisa do Rio Branco. Não é qualquer clube. Sei que a responsabilidade é grande, mas é um peso positivo, pois temos bastante trabalho", afirmou.

De acordo com o presidente do clube, Luciano Mendonça, a chegada do novo treinador vai agregar bastante, e a metodologia de jogos e treinos do técnico chamaram bastante a atenção do clube para que fosse feita a contratação.

"O Andre é um treinador que já vem conversando com a gente há quase dois anos. A formação dele é muito boa e acredito que ele vem para agregar bastante com uma metodologia de jogo diferente do nosso futebol. Nas conversas que tivemos com ele, já percebemos metodologias de treinos interessantes. Além disso, ele vai contar com um suporte importante de uma comissão técnica para fazer a diferença", destacou.

Além disso, o dirigente capa-preta ressaltou a importância da experiência da escola de futebol europeia para o futebol do Estado. "Temos o preparador físico Wesley Martinelli, que tem experiência como treinador e auxiliar, e vai ser importante para fazer a ponte entre a escola europeia as análises dele do futebol capixaba, além do nosso analista de desempenho Alecsandro Paranha”, finalizou.

Últimas