Folha Vitória Risco de incêndio: operação em 10 empresas apreende fios elétricos irregulares usados até por prefeitura

Risco de incêndio: operação em 10 empresas apreende fios elétricos irregulares usados até por prefeitura

Uma das empresas estava instalando cabos na estrutura de iluminação pública para uma prefeitura da Grande Vitória

Folha Vitória
Foto: Divulgação
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória
Fiação irregular feita por empresa da Serra foi identificada a partir de laudo do Instituto de Pesos e Medidas do Espírito Santo (IPEM-ES)

Uma operação policial na Grande Vitória apreendeu na manhã desta quinta-feira (19) cerca de 40 mil metros de fios e cabos elétricos considerados de fabricação irregular. 

A ação da Delegacia Especializada de Defesa do Consumidor, integrada com a Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa e com o Instituto de Pesos e Medidas do Espírito Santo (IPEM-ES), fiscalizou 10 empresas nas cidades de Vitória, Vila Velha, Serra e Cariacica. Uma delas estava instalando a fiação em iluminação pública para uma prefeitura da Grande Vitória.

Mais informações serão repassadas durante coletiva de imprensa na tarde desta quinta-feira.

Leia também: Empresário preso por vender fios elétricos irregulares j´á havia pago R$ 100 mil de fiança em 2019 

Esses estabelecimentos estavam revendendo o material da empresa interditada na última terça-feira (10) dentro da Operação Elétron. Na ocasião, o empresário da Praia do Canto, em Vitória, responsável pela fábrica de fios elétricos na Serra, foi preso. 

Fios elétricos causavam superaquecimento e curtos-circuitos

A partir do laudo do IPEM-ES foi constatado que os fios elétricos da empresa, vendidos para todo o país, apresentavam irregularidades de fabricação. Além disso, esses produtos poderiam causar superaquecimento da rede de energia, curtos-circuitos e contribuir com a alta do consumo de energia, gerando aumento na conta de quem utilizava.

Últimas