Folha Vitória Rua de lazer e estacionamento de praias são suspensos em Vitória

Rua de lazer e estacionamento de praias são suspensos em Vitória

Regras foram publicadas depois de o prefeito Lorenzo Pazolini receber notificação do Ministério Público do Estado para cumprir decreto estadual

Folha Vitória
Foto: arquivo
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

A Prefeitura de Vitória anunciou, na tarde desta quinta-feira (18), uma série de medidas restritivas para barrar o avanço do novo coronavírus. O decreto foi publicado depois de o prefeito da cidade, Lorenzo Pazolini (Republicanos), receber notificação do Ministério Público capixaba para cumprir as determinações do governo estadual. 

Algumas ações tem o objetivo de diminuir a circulação de pessoas nas praias da Capital. Uma delas é a interdição de alguns estacionamentos públicos, como o da orla da Av. Dante Michelini, sentido Jardim da Penha x Jardim Camburi; o da praia da Curva da Jurema e da Ilha do Boi. Também fica proibida a prestação de serviço nas praias e na orla marítima, incluindo o comércio ambulante fixo e itinerante, em qualquer horário do dia.

Em respeito ao decreto estadual, os quiosques estão proibidos de abrir ao público até 31 de março, podendo realizar atendimento pelo sistema de delivery.

Estão suspensas as feiras comunitárias e de artesanato, a rua de lazer e o projeto praia acessível. As feiras livres serão permitidas, mas com algumas regras, como distância entre barracas de, pelo menos, um metro. Os feirantes que trabalham com alimentos de consumo imediato, como caldo de cana e pastel, só poderão vender "para viagem". Além disso, todas os consumidores devem utilizar máscaras de proteção. A prefeitura alerta que, em caso de descumprimento, as feiras livres poderão ser suspensas. 

 "A Prefeitura de Vitória seguirá com abordagens nas feiras livres, orientando os feirantes e a população em geral a seguirem os protocolos de segurança contra a covid-19", informou o Executivo municipal. 

Para evitar aglomeração no transporte público da Capital, a PMV informou que aumentou o número de viagens diárias em mais de 50. 

Os dispositivos do decreto passam a valer a partir desta quinta-feira (18), e valem até o dia 31 de março. 

 Fiscalização

Segundo a prefeitura, entre 1º de janeiro e 14 de março deste ano, 1095 estabelecimentos foram vistoriados. Só no período do carnaval, foram 119.  "Outra ação emblemática é a Operação Limpa Lama, que restabeleceu a ordem pública e acabou com festas clandestinas, como bailes do Mandela, na Rua da Lama, região onde, antes, registravam-se confusões e desordem", afirmou a prefeitura. 

Últimas