Folha Vitória Santa Casa faz mutirão cirúrgico para reduzir tempo de espera de pacientes internados

Santa Casa faz mutirão cirúrgico para reduzir tempo de espera de pacientes internados

Atualmente, existe uma média de 70 pessoas vítimas de acidentes automobilístico ou que sofreram algum outro tipo de trauma. A maioria delas está aguardando por uma cirurgia, inclusive idosos com fêmur fraturado

Folha Vitória
Foto: Divulgação / Santa Casa
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Durante uma semana, a Santa Casa de Misericórdia Cachoeiro vai realizar uma verdadeira força-tarefa com todos os ortopedistas que atuam no hospital. A ideia é realizar o maior número de cirurgias de traumas para reduzir o tempo de espera de pacientes internados no hospital.

A ação começou na sexta-feira (5) e termina no dia 12 de fevereiro. Atualmente, existe uma média de 70 pessoas vítimas de acidentes automobilístico ou que sofreram algum outro tipo de trauma. A maioria delas está aguardando por uma cirurgia, inclusive idosos com fêmur fraturado.

De acordo com o coordenador de Ortopedia da Santa Casa, Lorran Coque Fonseca, esses pacientes terão prioridade. "Todos os nossos cirurgiões estarão voltados para esse mutirão. Com isso, vamos reduzir o tempo de espera por uma cirurgia e também fazer com que o paciente volte para casa mais rápido".

O aumento no número de pacientes internados no hospital se deve, segundo o coordenador, pela quantidade de acidentes que vêm ocorrendo na região. Para se ter uma ideia, atualmente são realizadas uma média de 8 cirurgias diariamente, mas o número de internação pode chegar até 12 em dias normais.

"Estamos direcionando toda a força dos ortopedistas da Santa Casa para o centro cirúrgico durante o mutirão. Serão realizadas cirurgias ao longo de todo o dia com uma equipe de 14 profissionais", explicou.

Últimas