Folha Vitória Sargentos da PM são detidos após ameaças e agressões às esposas na Serra

Sargentos da PM são detidos após ameaças e agressões às esposas na Serra

Os dois casos aconteceram no bairro Feu Rosa. Um dos sargentos é da reserva e o outro permanece em atividade. Medidas protetivas foram expedidas

Folha Vitória
Foto: Divulgação
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Na tarde de terça-feira (03), o bairro Feu Rosa, na Serra, foi palco de dois crimes semelhantes: ambos se tratavam de agressão e ameaças às esposas e nas duas ocorrências os suspeitos são sargentos da Polícia Militar. Eles foram detidos e as vítimas pediram medidas protetivas.

No primeiro caso, uma mulher de 29 anos, casada com um sargento da reserva, de 63 anos, contou que estava em casa e que o marido parecia não estar bem. Em um determinado momento, segundo a vítima, ele começou a agredir e fazer ameaças.

A mulher lembrou que o sargento possui uma arma em casa e, por isso, ficou desesperada e com medo de que algo mais grave pudesse acontecer. Para se proteger, ela se trancou no quarto e chamou a polícia. Quando a viatura chegou, encontrou o sargento da reserva do lado de fora e a vítima continuava trancada.

Segundo a polícia, o suspeito não apresentou resistência e foi encaminhado para a delegacia, juntamente com a vítima. No local, a mulher solicitou uma medida protetiva, que foi expedida pela delegada de plantão. Uma fiança de R$ 2 mil foi arbitrada, mas ainda não foi paga. Por este motivo, ele permanece detido.

No outro caso, de acordo com informações da vítima, aconteceu quando o sargento da ativa chegou em casa e não encontrou a esposa. Ele foi até a residência de familiares para procurar pela mesma, mas foi informado que ela não estava no local. 

Não satisfeito com a resposta, o militar teria sacado a arma e feito ameaças aos familiares da vítima. Eles acionaram a polícia, que foi até o local. Ao se deparar com os colegas de farda, o suspeito continuou agressivo e alterado, inclusive com os outros militares.

Ele também foi levado para a delegacia e a fiança de R$ 2 mil foi arbitrada. O valor foi pago e o sargento foi liberado. A esposa também solicitou uma medida de proteção contra ele, que foi expedida pela delegada de plantão.

*Com informações da repórter Suellen Araújo, da TV Vitória/RecordTV  

Últimas