Folha Vitória Secretários municipais de Educação da Grande Vitória decidem adiar retorno das aulas

Secretários municipais de Educação da Grande Vitória decidem adiar retorno das aulas

Previsão é que atividades fossem retomadas no início de fevereiro. O motivo, segundo eles, é garantir a segurança dos alunos e profissionais das escolas

Folha Vitória
Foto: Divulgação
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Os secretários de Educação dos quatro municípios da Grande Vitória decidiram adiar o retorno às aulas da rede municipal, inicialmente marcado para o início de fevereiro. O motivo, segundo eles, é garantir a segurança dos alunos e profissionais das unidades de ensino, diante da pandemia do novo coronavírus.

Participaram da reunião os secretários Juliana Rohsner (Vitória), Fabiana Kuark (Vila Velha), Alessandro Bermudes (Serra) e José Roberto Aguiar (Cariacica). A prorrogação do retorno às atividades escolares foi acordada entre os secretários após diálogos que vêm ocorrendo desde o início de janeiro.

“Tomamos essa decisão considerando o cenário de pandemia que estamos vivendo, o número pequeno de dias letivos que teríamos em fevereiro e, sobretudo, com a finalidade de permitir às novas gestões que se preparem, com infraestrutura e materiais adequados, para garantir a segurança dos profissionais da rede, bem como dos alunos”, destacou a secretária de Educação de Vitória, Juliana Rohsner.

A decisão, segundo os secretários, foi tomada devido à necessidade de adequação dos espaços físicos das unidades de ensino para atender aos protocolos sanitários, além de formar os profissionais da educação para o desenvolvimento do continuum curricular 2020/2021.

Outro ponto que pesou foi o fato de que os insumos adquiridos para o retorno presencial das atividades não serão entregues em janeiro. São materiais como máscaras, álcool em gel, entre outros.

Comitê

A reunião definiu, ainda, a formação de um Comitê unificado, com instituições representativas de classe, Conselhos Municipais de Educação, Fóruns de Diretores, Ministério Público e representantes da saúde para o acompanhamento do mapa de risco e estabelecimento das condições de retorno às aulas.

Últimas