Folha Vitória Seis tipos sanguíneos estão em falta nos bancos de sangue do ES

Seis tipos sanguíneos estão em falta nos bancos de sangue do ES

A situação é ainda mais preocupante se for levar em consideração o fato que as cirurgias eletivas pelo SUS devem ser retomadas no estado nos próximos dias

Folha Vitória
Foto: Estúdio Matri
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Os bancos de sangue do Espírito Santo acenderam o sinal de alerta. Nada menos que seis dos oito tipos sanguíneos existentes estão com estoques abaixo do ideal. A situação é ainda mais preocupante se for levar em consideração o fato que as cirurgias eletivas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) devem ser retomadas no estado nos próximos dias, o que aumenta a necessidade de doação, em função do aumento da demanda.

Para reverter essa situação, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) apela para que a população aumente as doações de sangue, que reduziram significativamente após o início da pandemia do novo coronavírus. De acordo com a diretora-geral do Centro de Hemoterapia e Hematologia do Espírito Santo (Hemoes), Marcela Murad, desde o início do ano houve uma redução de 3 mil doadores com relação ao ano passado. 

Segundo ela, a queda começou justamente em março, junto com a pandemia. "As pessoas estão com receio de comparecer ao hemocentro e isso fez com que os nossos estoques permanecessem sempre no nível crítico", afirmou a diretora, que disse ainda que, em um dia normal, cerca de 120 pessoas teriam passado pelo hemocentro. No entanto, até a tarde desta quarta-feira (12), o Hemoes havia recebido apenas 34 doadores.

De acordo com os dados do Hemoes, os tipos sanguíneos que estão com os estoques mais críticos são o O+, que está com reserva de 29 bolsas para uma demanda de 140, e o A+, com 39 bolsas, quando o ideal seriam 80.

Sobre a previsão de aumento da demanda por sangue, em função da retomada das cirurgias eletivas, a diretora afirma que o Hemos tem se esforçado para conseguir melhorar o nível dos seus estoques.

"A gente está com essa preocupação com as cirurgias eletivas, e estamos intensificando nossas campanhas. Nós nos adaptamos a um novo estilo de coleta externa. A gente consegue ir a vários locais que o ônibus não tem acesso. Então a gente leva as cadeiras adaptadas, com uma equipe mínima de profissionais, e a gente está conseguindo fazer uma captação de 30 a 40 pessoas nessa coleta externa", destacou.

Quem quiser fazer o agendamento para a doação de sangue fora do Hemocentro deve entrar em contato pelo telefone 3636-7920.

Com informações do repórter Alex Pandini, da TV Vitória/Record TV

Últimas