Folha Vitória Sufoco! Moradores e comerciantes da Grande São Pedro enfrentam problemas no abastecimento de água

Sufoco! Moradores e comerciantes da Grande São Pedro enfrentam problemas no abastecimento de água

Algumas pessoas relaram que já estão há quase nove dias sem água

Folha Vitória
Foto: Divulgação/ Internet
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Você já pensou em ficar uma semana sem água encanada em casa? Alguns moradores de bairros da região da Grande São Pedro, em Vitória, estão sentido falta da água na torneira de suas residências. O abastecimento foi interrompido há nove dias. Com o calor, a situação fica ainda mais complicada.

Nos últimos dias, a Renata Gomes, moradora do bairro São José, ainda contava com a água que chegava em uma torneira que ficava no quintal de casa para fazer as atividades cotidianas. Mas, nesta segunda-feira (11), nem mesmo essa água ela conseguiu. 

Com o calor, a rotina está ainda mais complicada. "Quando tem água na torneira que fica mais baixa, eu pego e carrego até aqui em casa para fazer comida, para beber e outras coisas. Às vezes, eu pego a água suja da piscina para jogar no banheiro", contou. 

Dias difíceis também para Nubia Moreira Gomes. A empresária, que tem uma loja de roupas na região, tem apenas o álcool em gel como aliado contra a covid-19. Sem água, ela não consegue nem lavar as mãos. "Álcool em gel virou nosso aliado, mas chega um momento que temos que lavar a mão. A loja fica perto da rodovia, sobe a poeira e a sujeira fica grudando na mão", disse. 

A situação de Roberto Ferreira dos Santos é ainda pior. Ele conta que não tem água nem para beber. "A minha água vem da rua e passa pelo purificador. A gente tá sem água até para beber". 

Por causa da falta de água, alguns comerciantes já estão pensando em fechar as portas até que o abastecimento seja retomado. Pauler Rodrigues da Silva é gerente em uma loja de motos. Segundo ele, a falta de água está deixando o comércio no prejuízo. Eles precisam lavar algumas peças para encerrar o conserto dos veículos, mas não tem nenhuma gota na torneira.  

"Dependendo do serviço, temos que lavar a peça. Não temos condições de continuar assim. Vamos ter que prolongar o prazo de entrega aos nossos clientes", lamentou. 

Em nota, a Cesan informou que o fornecimento de água seria restabelecido até o final do dia desta segunda-feira (11), e que o abastecimento de água esta sendo complementado por carros-pipa, basta o morador solicitar o serviço pelo telefone 115. 

A empresa destacou ainda que corrigiu um problema de vazamento de água subterrâneo que não estava visível e que os carros-pipa enviados ao bairro não deram conta de abastecer todas as residências. 

Alguns moradores e comerciantes afirmam que fizeram contato pelo número, mas que não foram informados sobre o envio de caminhão-pipa. "Eu já liguei para a Cesan. Eles falaram que ia resolver em até 24 horas, mas até agora nada foi resolvido. Para gente, não deram essa opção em momento nenhum", relatou Renata.

*Com informações da repórter Milena Martins, da TV Vitória/Record TV. 

Últimas