Folha Vitória Suspeito de ajudar homem a matar ex-marido de companheira em Cachoeiro é preso

Suspeito de ajudar homem a matar ex-marido de companheira em Cachoeiro é preso

Vítima foi sequestrada e teve o corpo desmembrado e as partes foram jogadas no Rio Itapemirim

Folha Vitória
Foto: TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória
Higor Fabiano Rangel foi morto e esquartejado em abril deste ano

Um homem de 30 anos foi detido, na manhã desta quinta-feira (29), por policiais civis da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Cachoeiro de Itapemirim, no bairro Aquidaban. O detido é investigado por envolvimento no homicídio de Higor Fabiano Rangel, de 23 anos, na mesma localidade. 

>> Suspeito de esquartejar homem no sul do ES é preso; corpo da vítima foi jogado no rio

Durante as buscas, também foram cumpridos mandados de busca e apreensão domiciliar expedidos pela 1ª Vara Criminal de Cachoeiro de Itapemirim.

Segundo o titular da DHPP de Cachoeiro de Itapemirim, delegado Felipe Vivas, o homem, de 30 anos, teria ajudado o suspeito de 28 anos, preso, nessa segunda-feira (26), em todo o crime. 

"Esse indivíduo já havia sido preso pela nossa equipe no último dia 16, durante cumprimento de mandado de busca e apreensão domiciliar, pela prática de tráfico de drogas. Com ele, além de cocaína e material comumente utilizado no envase de drogas, foi apreendido o aparelho celular pertencente a vítima", contou o delegado.

De acordo com Felipe Vivas, ao ser interrogado, no último dia 16, acerca do aparelho de celular, o detido informou que havia adquirido do homem de 28 anos, negando qualquer envolvimento na morte da vítima.

Durante audiência de custódia no dia seguinte, referente a autuação em flagrante pelo crime de tráfico de drogas, ele acabou sendo solto. 

"Com a prisão do homem de 28 anos, companheiro da ex-mulher da vítima, realizada nessa segunda-feira (26), e o com a avançar das investigações, demonstrou-se o envolvimento ativo desse segundo suspeito de 30 anos, na morte de Higor Fabiano Rangel, motivo pelo qual foi representado ao Judiciário pela decretação da prisão temporária pelo prazo de 30 dias, o que foi deferido, sendo o mandado devidamente cumprido nesta data".

Após prestar depoimento, o suspeito será encaminhado para o Centro de Detenção Provisória (CDP), de Cachoeiro de Itapemirim, onde permanecerá à disposição da Justiça e da autoridade policial.

O crime

Segundo o delegado Felipe Vivas, o tronco da vítima foi localizado no Rio Itapemirim, no dia 28 de abril, com cabeça e membros superiores e inferiores cortados dentro de sacolas plásticas.

“A vítima foi morta, porque descobriu que a ex-mulher dele estava se envolvendo com o suspeito detido na segunda-feira (26). Após saber desse romance, os dois homens começaram a fazer ameaças um para o outro. A vítima foi sequestrada e teve seu corpo desmembrado pelo criminoso. O corpo somente foi identificado no dia 17 de junho, quando a sua ex-companheira compareceu na delegacia para prestar esclarecimentos”.

Últimas