Folha Vitória Suspeito de assaltar ônibus é liberado após vítimas não prestarem queixa

Suspeito de assaltar ônibus é liberado após vítimas não prestarem queixa

Assim que os passageiros desconfiaram que a dupla de assaltantes estava desarmada, eles decidiram reagir. Um dos suspeitos conseguiu fugir

Folha Vitória
Foto: Reprodução / TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória
O assalto aconteceu no momento em que o coletivo passava pela Avenida Vitória

Passageiros de um ônibus da linha 504 reagiram a um assalto. Porém, pelo fato de nenhuma testemunha ter ido à delegacia ou prestado queixa após o ocorrido, o suspeito foi liberado.

O ônibus assaltado faz o trajeto entre o Terminal de Jacaraípe, na Serra, e o Terminal de Itacibá, em Cariacica. Na hora do crime, ele passava pela região de Jucutuquara, em Vitória. 

Leia também:

>> Jovem é assaltada durante passeio com o filho; suspeito ameaçou atirar no bebê

>> Suspeito rouba R$ 2 mil de enfermeira que faria empréstimo para ajudar uma prima

Testemunhas contaram que era por volta das 23h30 quando dois criminosos anunciaram o assalto no coletivo. Eles fingiram estar armados, mas em um determinado momento os passageiros desconfiaram das supostas armas e decidiram reagir à situação.

Um dos suspeitos conseguiu fugir, mas o outro foi detido por populares. Ele foi segurado e mantido na pracinha de Jucutuquara até a chegada da Polícia Militar. O rapaz foi identificado e levado para o DPJ de Vitória.

O suspeito foi liberado por falta de prova

O suspeito foi levado ao DPJ, porém, não havia prova suficiente contra ele porque as vítimas que estavam dentro do ônibus e disseram que foram roubadas pela dupla não ficaram até o final da ocorrência. 

Quando ele foi detido, as pessoas recuperaram os celulares, foram embora, não falaram com a polícia e não prestaram queixa contra o rapaz.

Sendo assim, pelo fato de não ter comprovação do roubo, o delegado decidiu liberar o homem. O comparsa do suspeito não foi localizado pela Polícia Militar.

* Com informações da repórter Nathália Munhão, da TV Vitória/Record TV.

Últimas