Folha Vitória Suspeito de assassinar cliente de distribuidora durante assalto é preso

Suspeito de assassinar cliente de distribuidora durante assalto é preso

A polícia recebeu denúncias anônimas de que o rapaz teria envolvimento com o tráfico de drogas

Folha Vitória
Foto: Reprodução TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Um dos suspeitos de matar o cliente de uma distribuidora durante um assalto, no bairro Jardim Bela Vista, na Serra, foi preso. Petrios Bazoni, de 28 anos, é investigado pelo assassinato à queima-roupa de Josias Passos Lírio. O comparsa ainda não foi encontrado. 

Na ocasião do crime, em dezembro de 2019, câmeras do circuito interno do estabelecimento flagraram a ação dos criminosos. Josias estava na distribuidora na hora do assalto e, depois de entrar em luta corporal com um dos bandidos, acabou assassinado com um tiro.

Além de Petrios, Patrick Ribeiro Campos, de 24 anos, também é suspeito de participar do assalto. Segundo o delegado Gabriel Monteiro, Patrick seria o homem que aparece nas imagens entregues para a polícia. 

"O Petrios foi o indivíduo que covardemente atirou no rosto de uma vítima que no momento não esboçava nenhuma reação. O Patrick, trata-se de um indivíduo muito perigoso, tem passagem por tráfico, tem mandado de prisão por homicídio, então são indivíduos que utilizam o crime como meio de vida", explicou o delegado.

Petrios foi preso em uma casa do bairro Planalto Serrano, na Serra. Os militares chegaram até a residência por meio de denúncias anônimas de que o homem estaria usando o imóvel como apoio para o tráfico de drogas. Além dele, os policiais prenderam outros três suspeitos de envolvimento com o tráfico. 

De acordo com o tenente-coronel Leonardo Celante, no mesmo local em que os suspeitos foram encontrados, estava o material ilícito que ligava os mesmo ao tráfico local. 

"Chegando na região, policiais foram recebidos a tiros. Nesta casa denunciada, a Policia Militar conseguiu arrecadar 520 pedras de crack, dois rádios comunicadores, duas balanças de precisão, um caderno com anotação do trafico que comprova o envolvimento destes dois indivíduos com o tráfico de drogas na região", disse.

Para o delegado que investiga a morte do pedreiro Josias, não há dúvidas de que Petrios e Patrick são os autores do crime. Os dois devem responder pelo crime de latrocínio, que é roubo seguido de morte.

"A partir do momento que nos aprofundamos nas investigações, as próprias vítimas que estavam no local reconheceram esses indivíduos e também com outras técnicas de investigação, nós conseguimos demonstrar que eles estavam no local", afirmou Monteiro.

*Com informações da repórter Milena Martins, da TV Vitória/Record TV. 

Últimas