Folha Vitória Suspeito de atirar contra cabo da PM em Vila Velha é preso; arma da vítima foi recuperada

Suspeito de atirar contra cabo da PM em Vila Velha é preso; arma da vítima foi recuperada

No momento da prisão, o suspeito confessou o crime, devolveu a arma do policial e entregou o comparsa

Folha Vitória
Foto: Reprodução / TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Um homem de 23 anos foi preso suspeito de ser o responsável por atirar contra um cabo da Polícia Militar, de 46 anos, no bairro Argolas, em Vila Velha. O crime aconteceu na manhã da última quarta-feira (24) e o suspeito foi detido na madrugada desta quinta-feira (25) por uma equipe da Delegacia Patrimonial.

O suspeito confessou que disparou contra o PM durante um assalto, e que após o crime teria fugido do local e levado a arma do policial

Por meio de denúncias, a polícia descobriu que após fugir do local do crime, o suspeito foi em direção a uma casa no bairro Santa Luzia, em Cariacica. Quando chegaram na casa, os policiais foram informados de que o homem estaria em uma fazenda no município de Santa Leopoldina. 

Na fazenda, a polícia constatou que o suspeito teria acabado de fugir. Por fim, o homem foi encontrado na casa de um amigo no bairro Porto Belo, em Cariacica.

Na residência, o indivíduo confessou o crime e apontou aonde estaria escondida a arma do policial. Foi dada voz de prisão e ele foi conduzido à Divisão Patrimonial. Ele foi autuado pelos crimes de roubo duplamente majorado, porque ele estava na posse de arma de fogo e praticou o crime com um comparsa, bem como a tentativa de latrocínio contra o policial militar", explicou o delegado Gianno Trindade.

O comparsa detido, de 24 anos, é conhecido por fornecer armamento e também receber material roubado. A moto e a arma utilizada pelo atirador na hora do assalto foram fornecidas ele. De acordo com a polícia, a dupla também é conhecida pela prática de roubos em coletivos.

Relembre o caso

O crime aconteceu na manhã da última quarta-feira (24) quando o policial, de 46 anos, estava de folga e teria ido pescar na baía de Vitória. Ao retornar para o bairro Argolas, em Vila Velha, o PM foi abordado por um homem de moto.

O criminoso anunciou o assalto, mas o cabo da PM reagiu e os dois entraram em luta corporal. O suspeito foi baleado de raspão no pé e o policial acabou baleado no pescoço. Ele foi encaminhado para um hospital de Vitória e o quadro dele é estável.

"Três horas após o crime, essa motocicleta foi localizada por uma guarnição Policial Militar do 7º Batalhão e foi apreendida. A partir deste momento, para as forças policiais atuantes é uma questão de tempo prender esse criminoso", afirmou o tenente coronel Chisté da Polícia Militar.

Segundo informações da Polícia Civil, de 2019 para 2020 houve uma redução de 38% nos roubos em vias públicas. Na comparação entre janeiro deste ano e janeiro do ano passado, aconteceu uma redução de 28%.

O delegado-geral da Polícia Civil, José Darcy Arruda, reforça a importância da ação da polícia, que realizou a prisão dos suspeitos em 24 horas.

"Nós demos a resposta em 24 horas. A ação integrada entre a Polícia Civil e a Polícia Militar proporcionou prender elementos em menos de 24 horas. Uma resposta rápida, uma resposta que é uma necessidade porque nós não compactuamos com a impunidade e agora estão presos. A informação é que eles viviam do crime de roubo. Então a retirada destes dois elementos da rua vai impactar na diminuição do crime de roubo na Grande Vitória", afirmou.

* Com informações da repórter Gabriela Valdetaro, da TV Vitória/RecordTV

Últimas