Folha Vitória Suspeito de capturar animais marinhos no ES e vender em quatro estados é preso

Suspeito de capturar animais marinhos no ES e vender em quatro estados é preso

De acordo com a investigação, o esquema de tráfico dos animais movimentava cerca de dois milhões de reais por ano

Folha Vitória
Foto: Reprodução TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Os animais marinhos da fauna brasileira eram exibidos nas redes sociais como mercadorias. Na maioria dos registros, eles estão em recipientes improvisados e apertados. Os animais eram capturados em Marataízes, no Sul do Espírito Santo e vendidos para quatro estados do país. O esquema movimentava milhões de reais. Os suspeitos foram presos no Rio de Janeiro. 

Após a captura, os peixes eram transportados para Cabo Frio e São Pedro da Aldeia, na região dos lagos no Rio de Janeiro. Os animais ficavam em um deposito ilegal. De lá, eles eram levados para São Paulo, Santa Catarina, Minas Gerais e a capital Fluminense. 

De acordo com a Polícia Civil, José Ricardo de Oliveira Melo é um dos operadores do esquema criminosos, que conta com a participação de pescadores e revendedores de animais. Segundo a investigação, o filho dele, Ricardo Oliveira Melo também faz parte do esquema. Ele foi preso em um deposito em São Pedro da Aldeia. A irmã dele, que estava no local, também foi detida. 

A família geria a quadrilha interestadual de tráfico de animais marinhos e movimentava mais de dois milhões de reais por ano. Segundo a polícia, eles divulgavam uma lista dos animais capturados e guardados no depósito por aplicativos de mensagem e redes sociais.

A quantidade de animais encontrados no depósito foi tão grande, que a polícia precisou do apoio de uma equipe do AquaRio para resgatar os animais. Eles foram encaminhados para um aquário na capital do Rio. 

*Com informações da TV Vitória/Record TV. 

Últimas