Folha Vitória Suspeito invade condomínios e leva bicicletas de moradores

Suspeito invade condomínios e leva bicicletas de moradores

Os casos de furtos e arrombamentos em condomínios da Grande Vitória têm aumentado nos últimos meses

Folha Vitória
Foto: Reprodução TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Cercas elétricas, câmeras de segurança e até vigilantes 24 horas não foram suficientes para inibir a ação de criminosos em um condomínio de Jardim Camburi, em Vitória. Nos últimos meses, o local foi arrombado várias vezes.

A invasão mais recente aconteceu na madrugada de terça-feira (17). O suspeito tentava quebrar uma grade do prédio quando foi flagrado por uma moradora. Ele desistiu da ação, mas teria feito ameaça à moradora. 

No último sábado (14), um homem forçou o portão do local e conseguiu entrar. Duas bicicletas, que estavam presas com cadeados, foram levadas. 

Em setembro, um homem saiu do condomínio levando outra bicicleta. O furto aconteceu durante a madrugada e, mesmo com chuva, ele não se intimidou. 

De acordo com o síndico André Luis, nos últimos meses quatro bicicletas foram levadas. Uma delas custava mais de R$ 6 mil. Ele acredita que todos esses crimes estão sendo realizados pela mesma pessoa. "As invasões pioraram na pandemia. É de manhã, de tarde, de noite, não tem hora. As câmeras de segurança mostram que é a mesma pessoa."

Para quem mora no local, lidar com os constantes furtos e arrombamentos é desgastante. "Eu me sinto enxugando gelo. Quando toca o interfone, eu desço para acompanhar o boletim de ocorrência, mas as invasões continuam. Tá complicado", lamentou o síndico. 

Em dois meses, as equipes de reportagem da TV Vitória/Record TV registraram seis ocorrências de furtos e arrombamentos em condomínios da Grande Vitória. Em um dos casos registrados, o suspeito invadiu um prédio no Centro de Vila Velha e levou 11 bicicletas.

De acordo com o presidente do Sindicato Patronal de Condomínios, Gedaias Freire, os moradores devem sempre respeitar as regras de segurança do local. "A regra mais clara e precisa é: só entra no condomínio se o morador autorizar. E o acesso precisa ser controlado, tem que ser feito o registro da hora que a pessoa entra e sai", explica. 

A Polícia Civil informou que notou um aumento de ocorrências de furtos e arrombamentos nos condomínios da Grande Vitória. Segundo o delegado André Landeira, o perfil dos criminosos é quase sempre o mesmo. "São usuários de drogas que ficam procurando o que eles podem vender para comprar drogas. As bicicletas que ficam nas garagens chamam a atenção", disse. 

*Com informações do repórter Vitor Moreno, da TV Vitória/Record TV. 

Últimas