Folha Vitória Suspeito paga por açaí e depois rende funcionárias em lanchonete da Serra

Suspeito paga por açaí e depois rende funcionárias em lanchonete da Serra

O assalto aconteceu em Serra Sede e o suspeito foi embora levando 150 reais junto dos celulares das trabalhadoras

Folha Vitória
Foto: Reprodução TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Um homem, que se passava por cliente, rendeu funcionárias de uma lanchonete na Serra, após pagar por um açaí para simular um pedido.

O assalto aconteceu em Serra Sede, no início da tarde desta terça-feira (17), e o suspeito foi embora levando 150 reais junto dos celulares das trabalhadoras.

Uma das funcionárias da lanchonete conversou com equipe da TV Vitória, e contou como foi a ação do falso cliente.

Segundo ela, o homem chegou no local, pagou por um açaí e pediu para ir ao banheiro. Quando voltou, anunciou o assalto para uma colega que chegou na cozinha da lanchonete já como refém, junto do suspeito.

"Eu estava fazendo um lanche para um cliente, e, quando me virei, achei que o cara fosse o entregador de gás. Ele me obrigou a deitar no chão, e foi só aí que eu vi a arma", contou.

O assaltante apontou uma arma para a cabeça da funcionária e depois foi embora tranquilamente

A funcionária disse que o suspeito exigiu o dinheiro da caixa registradora e a colega de trabalho se levantou para buscar. Quando ela também tentou sair do chão, foi surpreendida pelo assaltante.

"Ele apontou a arma para a minha cabeça e disse para eu continuar deitada. Eu obedeci e comecei a orar. Depois de pegar o dinheiro e nossos celulares, ele saiu como se nada tivesse acontecido, tanto que a cliente que comia na lanchonete não percebeu nada", desabafou.

Não foi a primeira vez que o estabelecimento foi assaltado. Há quatro meses, outro suspeito pulou o muro do local e entrou no estabelecimento pelos fundos.

Depois da invasão, o proprietário colocou uma cerca cortante no muro, mas os crimes continuam acontecendo.

De acordo com a Polícia Militar, o Centro Integrado Operacional de Defesa Social (Ciodes), recebeu a informação do roubo. Militares foram ao local, mas o suspeito já havia fugido e não foi encontrado. A vítima foi orientada a registrar o fato na delegacia.

A Polícia Civil informou que nenhum suspeito foi detido.

Com informações da repórter Marla Bermudes, da TV Vitória/Record TV

Últimas