Taxista é preso por importunação sexual após oferecer sexo para pagar corrida em Vila Velha

O acusado, que é taxista, resolveu pegar uma corrida com outro colega taxista depois do dia de trabalho. Sem dinheiro para pagar pelo serviço, ele ofereceu sexo, os dois acabaram brigando e a polícia foi acionada

Foto: Reprodução TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Um homem foi preso após não pagar uma corrida de táxi, na noite de quinta-feira (19), em Vila Velha. Depois do trabalho, o taxista decidiu pegar um outro táxi para ir para casa. No entanto, durante o trajeto ele falou ao motorista que não tinha dinheiro e que poderia pagar com sexo. 

De acordo com as testemunhas, os dois taxistas trabalham com o mesmo veículo. Quando o turno de um acaba, o outro assume a direção do táxi.

O acusado teria embarcado em Aribiri, com destino ao bairro Alecrim. No meio do caminho, ao descobrir que o colega não tinha dinheiro, o motorista parou o carro num posto de combustíveis no bairro Nossa Senhora da Penha e a confusão começou. 

O taxista contou que não aceitou a proposta do passageiro e que bateu nele. Pessoas que presenciaram o tumulto entre os dois acionaram a polícia. Ao chegar no local, os dois foram para a delegacia. 

O passageiro acabou sendo autuado por importunação sexual. Na manhã desta sexta-feira (20), ele passou por exames de corpo de delito no Departamento Médico Legal (DML) em Vitória e seguiu para o Centro de Triagem de Viana.