Folha Vitória Trabalhadores da cultura vão receber auxílio emergencial de R$ 1.080 em Vila Velha

Trabalhadores da cultura vão receber auxílio emergencial de R$ 1.080 em Vila Velha

Lei "Bolsa Cultura Luisa Grinalda" prevê repasse de quatro parcelas de R$ 270 a artistas cujos trabalhos e produções foram afetados pela pandemia

Folha Vitória
Foto: Divulgação
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Artistas, produtores, artesãos, técnicos e trabalhadores da cultura de Vila Velha terão acesso a um auxílio emergencial através da Lei "Bolsa Cultura Luisa Grinalda".

O benefício, no valor de R$ 1.080, será dividido em quatro parcelas de R$ 270. O valor estará disponível num cartão magnético, que deverá ser utilizado no município.

O dinheiro vem para diminuir impactos econômicos e sociais para a classe artística por causa do isolamento social devido à pandemia de coronavírus e que proibiu a realização de shows e apresentações com público. Os recursos virão diretamente do Tesouro municipal no valor de R$ 648 mil.

A lei foi aprovada na Câmara Municipal na noite da última segunda-feira (28) e segue para sanção do prefeito Arnaldinho Borgo, que terá 15 dias para sancionar ou vetar. 

Alcance

Segundo a secretaria de Turismo, Esporte e Cultura de Vila Velha, a estimativa é que 600 trabalhadores da cultura sejam contemplados. 

Teatro, ópera, humor, dança, circo, artes visuais, audiovisual, artesanato, folclore, capoeira, carnaval, música, literatura, acervo, patrimônio histórico, cultural e natural, saberes e fazeres artísticos e culturais, contadores de histórias, produtores, técnicos, curadores, oficineiros e professores de escolas de arte estão entre os beneficiados.

Para ter acesso, o artista deve comprovar domicílio em Vila Velha, atuação na área cultural da cidade nos últimos 24 meses, ter renda familiar mensal de até meio salário-mínimo por pessoa ou total de até três salários-mínimos, além de estar cadastrado como artista na Secretaria de Cultura de Vila Velha.

O interessado também não deve ter emprego formal ativo, não receber outro benefício previdenciário ou assistencial, seguro-desemprego ou de programa de transferência de renda federal (com exceção do Bolsa Família) e não receber auxílio emergencial.

Quem foi Luisa Grinalda?

Luisa Grinalda era esposa de Vasco Fernandes Coutinho Filho, que sucedeu o primeiro donatário da Capitania do Espírito Santo, com a morte dele em 1589. Vasco Fernandes Coutinho era de família rica de Portugal, descendente da família Grimaldi, da França. Por isso, a dúvida quanto ao sobrenome Grinalda ou Grimaldi.

Era de descendência italiana, filha do diplomata português Pedro Alvares Correia e de Catarina Grimaldi. Ficou conhecida por ser a primeira governante mulher do Espirito Santo.

No final do século XVI, a então governadora da Capitania do Estado do Espírito Santo fez a doação do Outeiro das Palmeiras (Monte da Penha) para os franciscanos, através de Título Colonial de Doação, onde ergueu-se mais tarde, pelo frei Pedro Palácios, o Convento da Penha.

Últimas