Folha Vitória Treinamento de cães da PM no Morro da Garrafa termina em apreensão de drogas

Treinamento de cães da PM no Morro da Garrafa termina em apreensão de drogas

Ao todo, foram encontrados mais de 3 quilos de cocaína, 342 buchas de maconha, 760 pedras de crack e dois rádios comunicadores

Folha Vitória
Foto: Reprodução
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Uma grande quantidade de droga foi encontrada em buracos de mais de 70 centímetros, no meio da mata do Morro da Garrafa, em Vitória. A Polícia Militar fazia o treinamento de Eudes e outros cinco cães farejadores quando foi surpreendida com os entorpecentes. 

Eudes é considerado um dos cães mais experientes da Companhia Independentes de Operações com Cães da PM (Cioc), no Espírito Santo. Nesta quinta-feira (20), ele provou ter o faro apurado ao localizar a droga escondida debaixo de uma pedra. 

Ao todo, foram encontrados mais de 3 quilos de cocaína, 342 buchas de maconha, 760 pedras de crack e dois rádios comunicadores. O cão Iron também tem experiência na polícia e contribuiu o rastreio dos entorpecentes. Ele encontrou drogas escondidas embaixo de uma casa abandonada na região. 

Foto: Reprodução
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Atualmente, de acordo com os policiais da Cioc, existem cerca de 29 cães farejadores no Espírito Santo, que ajudam nas operações. Para o tenente Amaral da PM, esse é um auxílio importante no combate ao tráfico de drogas. "Eles têm uma capacidade olfativa que ajuda em locais que não conseguimos alcançar", disse. 

O treinamento da PM acabou se tornando uma operação. "Tínhamos planejado um treinamento com seis cães que estão iniciando e outros que já estão a serviço que precisam continuar o treinamento, mas acabamos fazendo uma operação. Encontramos as drogas, fizemos algumas abordagens e duas pessoas foram detidas", afirmou. 

Na semana passada, o morro foi alvo de uma operação da Delegacia de Crimes Contra a Vida. Equipes usaram helicóptero e os cães na busca por suspeitos de tráfico de drogas e homicídios.

No dia 24 de julho, cães também contribuíram na 9ª fase da Operação Caim. Na ocasião, 58 pessoas foram detidas. Desses, 14 homicidas procurados pela polícia. Mais uma vez, os cães farejadores ajudaram nas buscas e uma grande quantidade de entorpecentes foi encontrada. 

*Com informações da repórter Milena Martins, da TV Vitória/Record TV. 

Últimas