Ufes retorna aulas de forma online a partir desta quarta para mais de 18 mil alunos

As atividades terão início por meio de uma live, realizada pelo reitor Paulo Vargas e o vice-reitor Roney Pignaton

Foto: Breno Ribeiro
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Depois de quase seis meses de atividades paralisadas pela pandemia do novo coronavírus, as aulas na Universidade Federal do Espírito Santo retornam nesta quarta-feira (09) para o chamado semestre especial, que ofertará aulas online, com atividades remotas. Mais de 18 mil alunos solicitaram matrícula nas disciplinas ofertadas.

As atividades terão início por meio de uma live, realizada pelo reitor Paulo Vargas e o vice-reitor Roney Pignaton. Abordando o tema Earte e direito à educação, o encontro tem a proposta de oferecer um panorama do semestre especial 2020, que acontecerá excepcionalmente de modo remoto, bem como expressar o compromisso da Ufes para com a formaçao dos estudantes diante das limitações impostas pela pandemia do novo coronavírus.

De acordo com a universidade, um total de 18.008 estudantes de graduação da Ufes solicitaram matrícula em disciplinas ofertadas para o semestre especial de 2020 na primeira etapa de matrículas. As aulas, ministradas no modelo Ensino-Aprendizagem Remoto Temporário e Emergencial (Earte), vão até o dia 15 de dezembro.

No evento online de abertura do semestre especial, além de conhecerem mais sobre o Earte, os estudantes receberão informações importantes para a vida acadêmica, relacionadas às áreas de graduação, pós-graduação, assistência estudantil e extensão.

Auxílio Inclusão Digital 

O resultado final das chamadas para cadastro no Auxílio Inclusão Digital Emergencial foi divulgado pela Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis e Cidadania (Proaeci) da Ufes na última semana. No total, 2.807 estudantes (2.721 de graduação e 86 de pós-graduação) foram contemplados com, pelo menos, um dos seguintes auxílios: internet, equipamento e acessibilidade. Veja a lista!

Foram beneficiados estudantes com renda familiar bruta mensal de até 1,5 salário mínimo per capita e sem acesso a equipamento de informática e/ou a serviço de internet. O procedimento para pagamento dos auxílios será realizado pela Proaeci, não sendo necessário requerimento do beneficiário. O diretor em exercício de Assistência Estudantil da Proaeci, Arthur Almeida, informa que algumas folhas de pagamento de estudantes que estavam cadastrados no Programa de Assistência Estudantil (Proaes) já estão sendo processadas, sendo que alguns poderão receber o benefício ainda nesta semana.

Conforme o pró-reitor de Assuntos Estudantis e Cidadania, Gustavo Forde, os auxílios são fundamentais para garantir que todos os alunos da Universidade tenham acesso ao Ensino-Aprendizagem Remoto Temporário e Emergencial (Earte). “O objetivo dos auxílios é viabilizar a participação dos estudantes nesse processo, não só as atividades curriculares, mas as atividades acadêmicas de forma ampla, englobando ensino, pesquisa e extensão”, explica Forde.

Veja como funcionarão os auxílios:

Auxílio internet: é concedido ao beneficiário um valor mensal de R$ 100, durante um período que será definido pela Administração Central. É voltado a estudantes que não possuem acesso à internet ou tenham limitações nesse acesso.

Auxílio equipamento: parcela única de R$ 1.400 paga aos alunos para que possam adquirir equipamentos de informática. Inicialmente, será feita a concessão do benefício em dinheiro, porém a Universidade está realizando o conserto de equipamentos para doação ou empréstimo, que devem estar disponíveis em uma próxima chamada.

Auxílio acessibilidade: é um benefício voltado a pessoas que necessitam de equipamentos para acessibilidade digital. O valor máximo do benefício é de R$ 1.400, sendo definida a quantia exata após orçamento realizado pela coordenação do Núcleo de Acessibilidade da Ufes (Naufes), tendo como base valores praticados pelo mercado.