Folha Vitória Veja porque pessoas com obesidade mórbida têm prioridade na vacinação no ES

Veja porque pessoas com obesidade mórbida têm prioridade na vacinação no ES

O critério de priorização do grupo com comorbidades foi divulgado, e as pessoas com obesidade mórbida, de 18 a 59 anos, foram contempladas na primeira fase da imunização

Folha Vitória
Foto: pexels
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

A vacinação de pessoas com comorbidades começa esta semana no Espírito Santo. Segundo estimativas do Ministério da Saúde, serão vacinadas 598.246 pessoas no Estado. O critério de priorização foi divulgado no último dia 01, e uma das comorbidades contempladas nesta primeira fase é a obesidade mórbida.

De acordo com especialistas, o risco aumenta no caso dos obesos porque há uma sobrecarga ao organismo que tem capacidade limitada de reação. Investigações pelo mundo constatam que a obesidade é um dos fatores mais críticos para o agravamento da Covid-19.

“Na verdade, ainda há muita discussão sobre o que exatamente faz da obesidade ser um complicador tão implacável no combate às infecções causadas pelo coronavírus. Mas, tudo leva a crer que não tenhamos um único motivo e sim vários complicadores relacionados. Os obesos tendem a ter pressão e glicemia mais elevadas e outras condições propícias a quadros graves de Covid-19”, disse a nutricionista Fernanda Pignaton.

Mas, ainda de acordo com a nutricionista, mesmo aqueles obesos que não apresentam problemas de saúde como hipertensão e glicemia elevada, por exemplo, devem ser considerados grupo de risco. Isso porque o fato de estar com um peso inadequado já coloca o corpo em vulnerabilidade ao vírus.

“A obesidade deixa o organismo exposto a inflamação e formação de coágulos. Além disso, o obeso tem a capacidade respiratória comprometida, o que piora todo quadro. Essas são as duas situações que pioram as coisas diante de uma infecção pelo vírus Sars-CoV-2”, explicou.

Leia Mais: Covid-19: Grande Vitória inicia a vacinação de pessoas com comorbidades

O que causa a obesidade mórbida?

- Consumo exagerado de alimentos muito calóricos, com alto teor de gordura ou de açúcar;

- Sedentarismo, pois a falta de exercícios não estimula a queima e facilita o acúmulo de gordura;

- Distúrbios emocionais, que favorecem a compulsão alimentar;

- Predisposição genética, pois quando os pais são obesos é comum que o filho tenha uma maior tendência a ter;

- Alterações hormonais, que é a causa menos comum, associada a algumas doenças, como síndrome do ovário policístico, síndrome de Cushing ou hipotireoidismo, por exemplo.

Vacinação do grupo com comorbidades no ES

Na primeira fase, serão vacinadas pessoas com idades entre 18 e 59 anos, com as seguintes condições: que tenham Síndrome de Down ou deficiência intelectual/mental (autismo, paralisia cerebral ou outras síndromes que desencadeiam a deficiência intelectual/mental); pessoas com doença renal crônica em terapia de substituição renal (diálise); pessoas com fibrose cística; gestantes e puérperas com comorbidades; pessoas com obesidade mórbida.

Também serão vacinadas, nessa etapa, quem tiver entre 55 e 59 anos e que tenha deficiência permanente e seja cadastrado no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Leia também: Covid-19: Veja os documentos que podem comprovar comorbidade para vacinação no ES

Últimas