Folha Vitória Vendas do comércio varejista do ES crescem 1,5% em fevereiro, diz IBGE

Vendas do comércio varejista do ES crescem 1,5% em fevereiro, diz IBGE

Setores de materiais de construção e o de equipamentos e materiais para escritório foram os que tiveram os melhores desempenhos

Folha Vitória
Foto: TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O volume de vendas do comércio varejista no Espírito Santo teve um crescimento de 1,5% em fevereiro, na comparação com janeiro, na série com ajuste sazonal. Além disso, apresentou alta de 1%, sem ajuste sazonal, em relação ao mesmo período do ano passado, quando as restrições impostas para frear o avanço do novo coronavírus ainda não tinham começado. A constatação é da Pesquisa Mensal de Comércio, divulgada nesta terça-feira (13) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Ainda de acordo com o IBGE, o desempenho do comércio varejista ampliado do Espírito Santo, que inclui as atividades de material de construção e de veículos, também foi positivo em fevereiro, tendo crescimento de 4,5% na comparação com o mês anterior e de 8,2% em relação a fevereiro do ano passado.

Segundo o levantamento, os setores de materiais de construção e o de equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação foram os que tiveram os melhores desempenhos. Cada um apresentou crescimento de 45% em relação a fevereiro de 2020. 

O segmento de materiais de construção, no entanto, segue como o de maior crescimento no acumulado do ano e também no acumulado dos últimos 12 meses: 38% e 63,8%, respectivamente.

Também apresentaram desempenho positivo, em fevereiro, os setores de veículos, motocicletas, partes e peças; tecidos, vestuário e calçados; combustíveis e lubrificantes; artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos; e outros artigos de uso pessoal e doméstico.

Por outro lado, apresentaram queda, na comparação com fevereiro do ano passado, os seguintes segmentos: hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo; hipermercados e supermercados; móveis e eletrodomésticos; e livros, jornais, revistas e papelaria.

Brasil

Em todo o Brasil, as vendas do comércio varejista subiram 0,6% em fevereiro ante janeiro. Já na comparação com fevereiro de 2020, as vendas do varejo tiveram baixa de 3,8% em fevereiro de 2021.

As vendas do varejo restrito acumularam recuo de 2,1% no ano e alta de 0,4% em 12 meses. Quanto ao varejo ampliado, as vendas subiram 4,1% em fevereiro ante janeiro, na série com ajuste sazonal.

Na comparação com fevereiro de 2020, sem ajuste, as vendas do varejo ampliado tiveram baixa de 1,9% em fevereiro de 2021. As vendas do comércio varejista ampliado acumularam queda de 2,5% no ano e redução de 2,3% em 12 meses, segundo o IBGE.

Leia também: Quatro das 8 atividades do varejo crescem em fevereiro, diz IBGE

Últimas