Folha Vitória Viciada em fast food, australiana encara dieta e perde 63kg

Viciada em fast food, australiana encara dieta e perde 63kg

A mulher possuía um consumo semanal de aproximadamente 60 latas de refrigerante; o incentivo veio dos filhos

Folha Vitória
Foto: Reprodução / R7
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Alimentação baseada em fast food e ingestão de 60 latas de refrigerantes por semana aproximadamente, essa era a alimentação da australiana Janelle Enlund. Os hábitos alimentares de péssima qualidade fizeram com que ela chegasse aos 153kg. Após isso, a mãe de dois filhos começou a refletir e pensar se esse estilo de vida deixaria ela viver até ver os filhos crescerem. Com isso em mente, a australiana já está há quatro anos em uma luta pela perda de peso.

Além de pensar nos filhos, ela passou a desenvolver quadros de depressão e problemas com autoestima. “Eu queria sair, mas levava uma hora chorando por não ter roupas que servissem, então eu dava uma desculpa para não ir”, relembrou.

Para perder peso, a australiana testou uma série de produtos e dietas, mas só com a alimentação saudável e com exercícios que Janelle passou a notar os resultados.

Ela conta que a maior dificuldade era não sentir culpa por se priorizar perante a sua família. “Quando comecei a ver resultados, foi um pouco opressor. Quando perdi meus primeiros 10kg, derramei uma lágrima ou duas”, contou.

No novo cardápio, alimentos como refrigerantes e hambúrgueres foram substituídos. “Meus lanches variam de abacate, banana, nozes e maçãs, o que eu puder pegar na hora é melhor. Para o almoço como qualquer coisa, desde frango ou bife, macarrão, arroz e salada, desde que eu conserve entre 400 e 600 calorias”, disse.

Desde então, Janelle perdeu 63kg e mantém o possível para dar continuidade à nova rotina alimentar. “Quero ser um modelo para meus filhos, para que não tenham que lutar com a saúde como eu fiz pela maior parte da minha vida”, afirmou.

Foto: Reprodução / R7
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Ela se sente orgulhosa e exibe a calça tamanho grande que usou quando esteve acima do peso e guarda a peça como recordação e inspiração para não desistir.

"Não posso odiar o que costumava fazer com meu corpo. Em vez disso, vou olhar para trás e agradecer por tudo, porque hoje consegui me transformar na pessoa que sempre quis ser", disse.

Atualmente, Janelle adotou uma rotina de exercícios com corrida três vezes na semana e pilates todos os dias e até se tornou instrutora do exercício.

* Com informações do Portal R7 

Últimas