Folha Vitória VÍDEO | Após acusação de perseguição, empresária aparece quebrando corretora do ex-marido

VÍDEO | Após acusação de perseguição, empresária aparece quebrando corretora do ex-marido

Em novo desdobramento, a empresária Lorena aparece tentando quebrar a vidraça da corretora do ex-marido

Folha Vitória
Foto: Reprodução
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O caso de perseguição e depredação que aconteceu em Guarapari na última segunda-feira (05) ganhou um novo desdobramento. Após a empresária Lorena Neves Mendonça registrar um boletim de ocorrência alegando que seu ex-marido, Jean Alvarenga, teria sido o responsável por destruir seu veículo, nesta quarta-feira (7), a equipe do jornalismo da TV Vitória recebeu um outro vídeo em que a empresária aparece tentando quebrar a vidraça da corretora de Jean.

Nas imagens é possível notar que o veículo encontra-se em bom estado, diferente da situação encontrada pela empresária na última segunda-feira, levando a entender que o acontecimento em questão foi registrado antes do prejuízo no carro.

No início do caso, Lorena afirmou que Jean teria quebrado seu carro por não aceitar o fim do relacionamento de quatro anos, que segundo ela, era constantemente abusivo e que já chegou a ser agredida pelo ex-companheiro. Para se defender das acusações, Jean postou vídeos em suas redes sociais explicando a sua versão de como foi relacionamento do casal e negando as acusações de Lorena.

Foto: Reprodução
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Após a divulgação do novo vídeo, o advogado de Jean, Vítor Capelli, apresentou uma atualização sobre o caso, ele afirmou que realmente foi Jean o responsável pela depredação do veículo. Segundo ele, o rapaz teve essa reação por estar nervoso devido aos constantes conflitos com Lorena nos últimos meses depois da separação.

Ao contrário do que Lorena afirma, o advogado de Jean contou que ao invés de existirem 20 boletins de ocorrência contra o ex-companheiro, Lorena teria registrado apenas quatro. Ainda segundo o advogado, Jean nunca agrediu a empresária, fato que a mulher citou em entrevista ao jornal Cidade Alerta.

"Ele já vem sofrendo reiteradas pressões e ameaças por parte da senhora Lorena, nada do que estou falando é infundado, são provas que nós já juntamos no inquérito policial e em conversa com a delegada. Juntei todas as provas que julguei necessário", explicou o advogado.

O advogado também citou o caso de depredação por parte de Lorena na corretora de Jean.

Foto: Reprodução
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

"Ela foi até a loja dele, que é uma corretora, tentou agredi-lo algumas vezes, tudo isso são provas e informações trazidas por ele", disse.

Lorena assume que também era ela no vídeo e que teve essa atitude após descobrir uma traição de Jean, o que teria levado ao fim do relacionamento.

"Isso tem mais de sete meses que aconteceu e foi no dia que eu descobri que ele me traiu, por esse fato que nós brigamos, ele me bateu e nós terminamos. Eu fui sim na corretora que também era minha por que nós construímos juntos e ele fechou a corretora quando a gente terminou para decretar falência e não dividir nada comigo", contou a empresária.

O advogado de Jean acredita que as ações de Lorena tem como objetivo chamar a atenção e conseguir mídia, o advogado diz ainda que essa repercussão seria para Lorena ganhar seguidores na internet.

A jovem nega a acusação do advogado e garante que toda a repercussão que o caso tomou foi de maneira espontânea. "Não fui eu que quebrei meu carro, foi ele e eu postei nas minhas redes sociais e foram mais de 6.000 visualizações e fora os compartilhamentos", disse.

Sobre as medidas protetivas, o advogado afirma que quem descumpriu as regras foi Lorena. A jovem nega e diz que era, de fato, perseguida por Jean. Ela disse que era o ex-companheiro passava pelo menos três vezes ao dia em frente à sua loja com um som do carro em volume alto, com vidros abertos e cantando para a empresária como forma de deboche.

O caso segue sendo investigado pela Delegacia da Mulher, em Guarapari. A delegada responsável pelo caso, disse que só dará um pronunciamento após o fim das investigações.

* Com informações da repórter Milena da Silva Martins, da TV Vitória/Record TV.

Últimas