Folha Vitória VÍDEO | Cachorro morre após ser atropelado no Centro de Vitória

VÍDEO | Cachorro morre após ser atropelado no Centro de Vitória

Imagens de videomonitoramento flagraram o atropelamento. As rodas do carro passaram por cima do cãozinho, que ficou caído na pista. As imagens são fortes

Folha Vitória
Foto: Reprodução
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Um cachorro morreu após ser atropelado no Centro de Vitória, perto do Parque Moscoso, por volta das 16h desta quinta-feira (28). Imagens de videomonitoramento registraram o acidente. 

As rodas do carro passam por cima do cãozinho, que fica caído na pista. O motorista parece não perceber o que aconteceu e segue viagem. Assista:

À reportagem da TV Vitória/Record TV, um morador enviou as imagens e questionou para quem poderia ligar para que o corpo do animal fosse recolhido. Acionada, a Prefeitura de Vitória respondeu. Não há informações sobre o motorista.

Veja nota na íntegra

"A Prefeitura de Vitória informa que realiza, por meio do Centro de Vigilância em Saúde Ambiental (CVSA), o trabalho de recolhimento de animais nas ruas em situações que se configuram risco à saúde pública, tais como animais agressivos sem motivo aparente, atropelados em via pública (por serem suspeitos de doença neurológica como a raiva), fêmeas no cio (por provocarem comportamento agressivo entre machos) e fêmeas com filhotes que estejam agressivas em função da prole. 

Uma vez no CVSA, esses animais são avaliados por médicos veterinários, sendo submetidos a tratamentos de vermifugação, controle de ectoparasitas, alimentação, suplemento vitamínico, antibioticoterapia, em casos necessários. Quando melhoram o estado físico, são realizadas as vacinações e é efetuada a ressocialização, inclusive com ações de adoção. No momento, há 35 cães e gatos para adoção no CVSA, que fica em Resistência.

Sobre os animais abandonados, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semmam) esclarece que, em Vitória, a Lei n° 8.121/2011 estabelece normas para a guarda responsável de animais domésticos e proíbe o abandono de animais domésticos. Os infratores estão sujeitos a multas. 

Os moradores podem contribuir fazendo a denúncia pelo 156 e reunindo informações que ajudem a identificar os infratores. Informa, ainda, que a Lei nº 8.678/2014 proíbe a permanência de animais soltos ou atados por cordas ou por outros meios em vias ou logradouros públicos da cidade, e os proprietários podem ser multados em R$ 214,47 por animal".

Últimas