Folha Vitória VÍDEO | Criminosos furtam ferramentas de caminhão em Vila Velha e deixam prejuízo

VÍDEO | Criminosos furtam ferramentas de caminhão em Vila Velha e deixam prejuízo

Essa é a segunda vez que o veículo é alvo de um crime no mesmo local

Folha Vitória

Criminosos furtaram ferramentas de um caminhão na madrugada desta terça-feira (22) no bairro Ataíde, em Vila Velha, e deixaram um prejuízo de mais de R$ 2 mil. O dono usa o veículo para fazer fretes. Há cerca de oito meses, o caminhão teve a bateria furtada no mesmo lugar. 

Câmeras de segurança registram o crime. Os dois homens chegaram por volta das 4h da madrugada. Um deles ficou parado no meio da rua, enquanto o comparsa quebrava o cadeado de um compartimento que fica embaixo da carroceria do caminhão, que estava estacionado na rua.

Foto: Reprodução TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Em poucos segundos, o suspeito conseguiu abrir o compartimento e pegou dois objetos. O homem saiu correndo.

Em seguida, o comparsa foi até o compartimento e procurou por outros objetos que poderiam ser furtados. Ele tirou vários itens, mas fugiu levando apenas o que tinha um valor alto. 

Segundo o dono do caminhão, Gilmar Vilela, o crime aconteceu no mesmo local onde, há cerca de oito meses, um homem furtou a bateria do caminhão. 

"Desta vez eles levaram dois macacos, duas chave de roda e a caixa de ferramentas. Há uns dois meses, levaram minha bateria. Você liga para a polícia e  ninguém faz nada", afirmou. 

De acordo com moradores da região onde ocorreu o assalto, a insegurança é um problema vivenciado por toda a comunidade. Quem vive na região relata que assaltos são constantes no bairro. 

"Essa coisa da violência, do assalto, são recorrentes aqui no bairro. Não só roubos, como furtos, também", disse um morador. 

Há pouco mais de um mês, um homem foi preso suspeito de roubar uma moto, assaltar um bar, render e agredir os clientes. Uma das vitimas que estava no estabelecimento levou coronhadas na cabeça. 

Os moradores relataram, ainda, que há duas semanas, uma estudante também foi assaltada em uma rua do bairro em plena luz do dia. Os moradores podem que o policiamento seja reforçado na região. 

"Nosso bairro é residencial, costuma ser tranquilo. Tem moradores que vivem aqui há mais de anos. Os suspeitos que cometem esses crimes são de outros lugares, não são daqui", afirmou.  

A Polícia Militar informou que está presente no bairro por meio de policiamento ostensivo, com patrulhamento preventivo, além de operações de cercos táticos e abordagens, e lembrou que todas as ocorrências devem ser registradas via Ciodes (190), pois é com base nestes registros e no apontamento dos moradores sobre os pontos mais sensíveis do bairro, que a polícia traça seu plano de segurança, fazendo o reforço policial. 

O caso será investigado pela Polícia Civil. 

*Com informações da repórter Polyana Martinelli, da TV Vitória/Record TV. 

Últimas