Folha Vitória VÍDEO | Dono de bar morre durante incêndio em Viana; polícia investiga o caso

VÍDEO | Dono de bar morre durante incêndio em Viana; polícia investiga o caso

Após a chegada do Corpo de Bombeiros, que conseguiu apagar as chamas, Sebastião Andrade, de 54 anos, foi encontrado perto de uma mesa de sinuca

Folha Vitória

Um incêndio, que começou na manhã deste sábado (7) em um bar de Viana, só foi controlado após a chegada dos bombeiros. O responsável pelo estabelecimento acabou morrendo no local. 

Em um vídeo registrado por moradores, é possível ver a fumaça saindo pelo telhado da casa, que fica no bairro Marcílio de Noronha, em Viana.

Foto: Reprodução
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

A técnica de enfermagem Barbara Lúcia mora na vizinhança. Ela contou que sentiu o cheiro da fumaça e acordou.

"Acordei com um cheiro forte, de plástico queimando. Verifiquei as tomadas de casa e, quando cheguei na minha varanda, vi que a fumaça vinha da parte de trás de casa, na direção do bar do vizinho", disse.

A mulher destacou também que os vizinhos se reuniram para tentar controlar o fogo até a chegada dos bombeiros.

Após a chegada do Corpo de Bombeiros, que conseguiu apagar as chamas, Sebastião Andrade, de 54 anos, responsável pelo bar, foi encontrado caído perto de uma mesa de sinuca. 

A vítima foi atendida por paramédicos em uma ambulância, mas os militares disseram que o comerciante não apresentava mais sinais de vida no momento em que foi socorrido. 

Sebastião mantinha o bar na garagem de uma casa que ele morava de aluguel há 11 meses. De acordo com os vizinhos, ele morava sozinho, mas, de vez em quando, recebia visitas das filhas e da ex-mulher.

Dona da casa foi avisada por telefone sobre o incêndio 

A dona da casa, que era alugada pela vítima do incêndio, foi informada por telefone a respeito do ocorrido, por um morador da região.

A cuidadora de idosos Santilha Alves contou que estava chegando no trabalho quando recebeu a notícia, e que, no caminho, teria passado mal no meio da rua.

"Eu moro em Cariacica e saí de lá às 5h10 para vir ao trabalho. Quando me informaram que minha casa pegou fogo, não especificaram que foi em Viana, e pensei que o lugar onde vivo com minhas duas filhas tinha sido atingido. Passei mal e precisei ser amparada por uma mulher que passava na rua", desabafou.

A proprietária da residência disse que foi informada pelo patrão, por meio de outra ligação, que o incêndio havia acontecido na residência de Viana. Além disso, destacou que Sebastião sempre foi cuidadoso com a casa.

"Ele era uma pessoa de confiança, cuidou muito bem do lugar, não tenho do que reclamar. Sempre pagou o aluguel no dia certo, era muito tranquilo", disse.

Marcas no corpo

De acordo com moradores, o corpo da vítima tinha marcas de agressões, o que pode indicar um crime. A Polícia Civil confirmou a informação, mas disse que as marcas podem ser provenientes de uma queda, em um momento que, possivelmente, Sebastião tentava fugir do fogo. 

A causa da morte só poderá ser confirmada após a perícia completa e o laudo cadavérico. Policiais do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e peritos da Polícia Civil estiveram presentes e analisaram o local. 

Após uma perícia inicial na casa, foi constatado que a instalação elétrica era precária e que o fogo teria começado no quarto, mas teria se alastrado pelo restante da casa no momento em que a vítima tentou sair do cômodo. 

A Polícia Civil informou que, após o trabalho da perícia, não foi possível constatar a causa da morte, sendo o caso registrado como encontro de cadáver. O corpo da vítima foi encaminhado para o Departamento Médico Legal (DML) de Vitória, para ser liberado por familiares. 

Segundo a polícia, será feito o exame cadavérico para identificação da causa da morte e, somente após os exames, será possível confirmar a origem do acidente. 

*Com informações da repórter Nathália Munhão, da TV Vitória / Record TV.

Últimas