Folha Vitória VÍDEO | "Ele tentou me abraçar", diz bombeiro sobre resgate de criança durante incêndio

VÍDEO | "Ele tentou me abraçar", diz bombeiro sobre resgate de criança durante incêndio

Apesar do treinamento, o bombeiro confessou que foi tomado pela emoção no momento do resgate

Folha Vitória
Foto: Reprodução TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Em relato emocionado sobre o resgate às vítimas do incêndio ocorrido no Edifício Pintor Fanzeres, na noite da última segunda-feira (19), em Vitória, o cabo Rômulo, do Corpo de Bombeiros, revelou que antes de morrer o menino de 4 anos chegou a abraçá-lo durante o salvamento.

"A gente viu que tinha tinha a possibilidade de adentrar no cômodo, e eu, utilizando os protocolos, abaixado e tudo mais, consegui chegar próximo da criança e percebi que ela ainda tentou me abraçar. E aí, agarrei ele, fui descendo, fazendo RCP e as manobras de reanimação até entregar para o Samu", relatou.

Segundo o bombeiro, o menino já estava muito debilitado e que o trabalho da equipe foi o mais rápido possível para tentar salvar a criança.

"Eu entrei no local e visualizei a criança caída. O que eu tinha que fazer era tirar ela dali o mais rápido possível. Percebi que ela estava desfalecida e fui fazendo a reanimação dela até passar para as equipes do Samu. Foram duas horas de tentativa de reanimação na ambulância, mas infelizmente não logramos êxito", disse.

Apesar do treinamento para momentos complicados, o bombeiro confessou que foi tomado pela emoção.

"Ninguém é preparado pra isso. Na hora ali a gente sabe sabe que tem que ter certos cuidados, mas é uma criança né, a gente meio que fica na emoção. Foi o que deu pra fazer. A gente fez o melhor que pôde", disse.

>> Leia também: Fogo em apartamento teria começado em um dos quartos, diz Corpo de Bombeiros

O caso 

Foto: Wasley Leite / TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O incêndio no edifício, que fica localizado na Avenida Rio Branco, começou por volta das 20h e os moradores chegaram a ficar presos no imóvel.  A criança de 4 anos chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos. O incêndio aconteceu na noite de segunda-feira (19).

Além do menino, uma outra criança, de 6 anos, também estava no imóvel junto com os pais, a avó e a babá. Dois adultos também foram socorridos no local, mas ainda não há informações sobre o estado de saúde deles.

O prédio tem seis andares, sendo 24 apartamentos no total. No local, tem moradores que estão há décadas, além de muitos idosos com dificuldade de locomoção.

Após a vistoria o prédio foi liberado para os moradores. A perícia tem prazo de 20 dias para ficar pronta. Os bombeiros também vão apurar porque uma mangueira de combate a incêndio no prédio não funcionou devidamente.

>> VÍDEO | Imagens mostram interior do edifício que pegou fogo na Praia do Canto

* Com informações do repórter Waslley Leite, da TV Vitória / Record TV

Últimas