Folha Vitória VÍDEO | Escada quebra com bombeiros durante socorro à idosa em Cariacica

VÍDEO | Escada quebra com bombeiros durante socorro à idosa em Cariacica

Moradores do bairro Itacibá, em Cariacica, disseram que a escada foi construída pela prefeitura há mais de 13 anos; bombeiros disseram que escada é precária e dificultou atendimento

Folha Vitória

Uma escada cedeu quando uma equipe do Corpo de Bombeiros prestava socorro à uma idosa de 67 anos no bairro Itacibá, em Cariacica. De acordo com moradores da região, a escada foi construída há mais de 13 anos.

Foto: TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória
Escada de madeira que quebrou

O momento da queda foi registrado por uma moradora. Homens do Corpo de Bombeiros estavam retirando a idosa da casa. 

A equipe teve dificuldade para descer a escada e, de repente, um dos degraus da estrutura não suporta o peso e cede. 

Antes do atendimento chegar, a família protestou e interditou uma rua. O motivo seria a demora na chegada do Samu.

A dona de casa Aline Gonoring Pereira é filha da idosa Idália Moraes, socorrida pelos bombeiros. Ela conta que durante a ligação, atendente do Samu chegou a dizer que não tinha mais ambulâncias disponíveis.

"Quando deu 10 horas nós acionamos o Samu e eles disseram que iam mandar uma ambulância. Passou uma hora e meia, esperamos e nada. Liguei de novo e o Samu falou que não tinha ambulância para socorrer a minha mãe. Quando deu 11h40, eu e minha irmã fomos fechar a rua para ver se o Samu chegava", contou.

Foto: TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória
Protesto realizado por parentes da idosa por causa da demora na chegada do Samu 

Escada danificada

A antiga escada era feita de cimento, mas cedeu após fortes chuvas. De acordo com os moradores, após a queda a prefeitura construiu outra escada de madeira no lugar, mas a construção ocorreu há 13 anos. 

Quando a equipe do Samu chegou ao local não conseguiu descer com a idosa, foi então que o Corpo de Bombeiros foi acionado. 

"Quando o Samu chegou, eles foram prestar o socorro à ela, o socorrista falou que não iria socorrê-la porque a escada não dava e se a pegasse em cinco pessoas, a escada iria ceder. Eles não socorreram e ficaram aqui. Os bombeiros foram acionados e chegaram. Eles colocaram minha mãe em uma cadeira e quando desceram a escada, a cadeira caiu e o bombeiro também", explicou Aline.

O que diz o Samu e os Bombeiros

De acordo com a coordenação do Samu, após a avaliação do médico regulador, o caso foi classificado como prioridade amarela e uma ambulância foi encaminhada até o local. Porém, devido à dificuldade de acesso, os bombeiros precisaram ser acionados.

O Corpo de Bombeiros afirma que a escada estava em condições precárias, o que dificultou o acesso à vítima. Uma cadeira de rodas precisou ser usada para ajudar nos trabalhos.

Após o ocorrido, a idosa de 67 anos foi encaminhada para o Pronto Atendimento de Alto Lage. Agora, a outra preocupação da filha é como subir as escadas novamente com a mãe.

"A gente quer uma providência da prefeitura porque essa escada não pode ficar assim. É uma vergonha entrar gestões e nada mudar. Quantos vereadores vieram aqui pedir voto, prometeram e não fizeram nada", disse a filha da idosa.

Familiares disseram que farão outro protesto caso não recebam um retorno da Prefeitura de Cariacica. 

OUTRO LADO

Por meio de nota, a Prefeitura de Cariacica informou que neste sábado (19) uma equipe da Secretaria de Obras vai ao local avaliar a situação.

* Com informações do repórter Waslley Leite, da TV Vitória/Record TV.

Últimas