Folha Vitória VÍDEO | Gato é morto após ser atingido por pedrada na Serra

VÍDEO | Gato é morto após ser atingido por pedrada na Serra

Com as imagens de segurança, a dona do animal disse que registrou um boletim de ocorrência

Folha Vitória

Um gato foi morto depois de ser atingido por uma pedrada no bairro Nova Almeida, na Serra. A cena foi flagrada por uma câmera de videomonitoramento e foi a dona que encontrou o animal morto em um terreno baldio ao lado da casa dela.

Foto: Reprodução / TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Nas imagens é possível ver o momento em que o homem pega uma pedra e joga na direção do terreno baldio. A câmera não mostrou, mas o alvo do rapaz era um gato. Logo e seguida o animal surge na imagem agonizando e o homem vai embora tranquilamente.

O caso aconteceu na última segunda-feira (21) e o gato pertencia à Jaciara Corrêa da Silva. Ela estava chegando em casa quando encontrou o animal morto no terreno baldio que fica ao lado da casa dela.

"Quando cheguei fui chamar e ele não respondeu. Fui até ele e quando passei a mão vi que estava morto. Me bateu um desespero porque imaginei que ele tinha sido envenenado ou atropelado, mas pedi para o meu filho olhar na câmera e eu vi que o cara passou, viu ele, pegou a pedra e jogou nele".

As imagens deixaram toda a família com um sentimento de revolta. O animal carinhosamente chamado de 'Neném', segundo a dona, era a paixão da casa e está fazendo muita falta.

"Durante a manhã ele pedia carinho e depois dormia comigo no sofá. Se eu estava na cozinha fazendo alguma coisa ele estava comigo. Se eu estava no lado de fora ele estava comigo. Onde eu estava, ele ficava comigo".

Sobre o comportamento do rapaz que apedrejou o gato, a presidente da Sociedade Protetora dos Animais no Espírito Santo, Regina Mazzoco, conta que o sentimento de impunidade e a falta de políticas públicas são fatores que influenciam nessas ocorrências.

"Explicação não tem. Mas com uma análise de comportamento podemos notar covardia e sentimento de impunidade. Ele comete um ato de covardia porque ele não é punido, então enquanto as pessoas não forem punidas, não receberem a punição por aquilo que fazem de crueldade, a situação vai ficar assim e outra questão é o poder público que não tem políticas públicas para os animais".

Com as imagens em mãos, Jaciara registrou um boletim de ocorrência. Em nota, a Polícia Civil informou que o caso está sendo investigado e que está trabalhando para identificar o homem para que ele seja responsabilizado.

"Quero que a justiça seja feita e que ele pague pelo o que fez. Isso não é exemplo que um pai dá para um filho. Se aquela criança que estiver ali no vídeo fosse filho dele, vai crescer fazendo a mesma coisa. Violência gera violência".

* Com informações da repórter Fernanda Batista, da TV Vitória/RecordTV

Últimas