Folha Vitória VÍDEO | Homem é flagrado roubando bicicleta avaliada em R$ 2 mil em Vila Velha

VÍDEO | Homem é flagrado roubando bicicleta avaliada em R$ 2 mil em Vila Velha

Suspeito também teria roubado um comércio da região

Folha Vitória
Foto: Reprodução
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Um homem foi flagrado por câmeras de videomonitoramento roubando uma bicicleta no bairro Praia de Gaivotas, em Vila Velha. Segundo a vítima, a bicicleta é avaliada em mais de R$ 2 mil. Esse não foi o único crime que o homem é suspeito de ter cometido na região. 

Antes do assalto, o homem teria monitorado o local e, depois de um tempo, ele arrombou o portão da residência e invadiu a casa da vítima. Cerca de cinco minutos depois, o rapaz saiu com o bicicleta. 

O furto aconteceu na manhã da última quinta-feira (27) em uma avenida movimentada do bairro. Nas imagens não é possível ver a forma como o homem arrombou o portão, mas, segundo a vítima, o suspeito conseguiu abrir e acessar a garagem.   

A proprietária da casa colocou uma chapa de alumínio no local para evitar outro crime. Segundo a vítima, a bicicleta furtada custou mais de R$ 2 mil e foi comprada recentemente. A mulher contou que estava dormindo quando o suspeito agiu. Ela soube do arrombamento por uma vizinha.

"A bicicleta é super recente, tem um mês de compra. Meu marido pedalava todo dia. Não teve barulho que identificasse que alguém estava entrando na garagem. Por volta das 6h, uma pessoa interfonou para avisar que o portão estava aberto", contou.  

Moradores da região acreditam que, na mochila que o homem carregava, provavelmente havia produtos roubados. O rapaz é suspeito de ter arrombado um estabelecimento do bairro. Ele teria invadido um salão e levado cosméticos, secadores e chapinhas. "Eu estava na academia treinando, a vizinha de cima me ligou perguntando se eu tinha entrado no salão", disse a vítima. 

Segundo a proprietária do salão, as prateleiras do local estavam cheias de produtos antes da invasão. O suspeito quebrou a fechadura para conseguir entrar. Agora, a proprietária terá que se desdobrar para conseguir recuperar o prejuízo. 

"Não poderia ter perdido esse material agora, fim de mês, pandemia. O número de clientes caiu muito, não poderia ter mais essa perda. É um prejuízo de cerca de R$ 2 a R$ 2.500", contou a vítima. 

Quem mora e trabalha na região pede por mais segurança, principalmente, nos horários de pouca movimentação de pessoas pelo bairro.

*Com informações da repórter Jessica Cardoso, da TV Vitória/Record TV.

Últimas