Folha Vitória Vídeo mostra dupla em moto minutos antes de jovem ser baleada em Cariacica

Vídeo mostra dupla em moto minutos antes de jovem ser baleada em Cariacica

Segundo parentes, a vítima havia se separado do marido há cerca de três anos, mas mantinha contato com ele por causa do filho de 4 anos

Folha Vitória

Imagens de câmeras de videomonitoramento registraram o momento em que duas pessoas aparecem em uma moto minutos antes da jovem de 22 anos ser baleada com 11 tiros, no bairro Campo Verde, em Cariacica. Segundo as testemunhas, um dos ocupantes seria o autor do crime. 

No vídeo, também é possível ouvir o barulho de tiros e, logo em seguida, pessoas gritando. Os gritos do vídeo, segundo os moradores, são da vítima. O crime aconteceu, por volta das 21h20 deste domingo (25), na varanda da casa em que a jovem está morando.

Ferida, a própria jovem contou para a polícia e para os vizinhos o que aconteceu. Ela disse que estava em casa, quando o ex-marido e a atual namorada dele chegaram em uma moto. O rapaz teria a chamado no portão. 

A vítima disse ainda terpensado que ele estaria trazendo o filho para ficar com ela, mas acabou surpreendida pelos disparos. Ela foi ferida com 11 tiros em várias partes do corpo e foi socorrida consciente em uma ambulância do Samu. 

A atendente está internada em um hospital de Vitória. Não há informações sobre o estado de saúde dela. Os suspeitos fugiram, mas já foram identificados e estão sendo procurados pela polícia. 

De acordo com um familiar, a vítima havia se separado do marido há cerca de dois a três anos, mas mantinha contato com ele por conta do filho de 4 anos. O menino passava um período com o pai e outro com a mãe.  

A jovem baleada nunca havia comentado que estaria sendo ameaçada, mas, segundo os familiares, o homem não aceitava o fato dela ter uma vida sozinha e ser independente. 

A atendente, que sai de casa às 4h da madrugada para trabalhar e só retorna as 20h, veio do interior do Estado para tentar uma vida melhor na Grande Vitória. O caso foi registrado como tentativa de homicídio pela lei Maria da Penha e será investigado pela Polícia Civil. 

*Com informações da repórter Rafaela Freitas, da TV Vitória/Record TV

Últimas