Folha Vitória VÍDEO | Motorista de aplicativo é baleado após fugir de assaltantes na Serra

VÍDEO | Motorista de aplicativo é baleado após fugir de assaltantes na Serra

O motorista foi feito refém por dois homens que fingiram ser passageiros. Ele foi obrigado a dirigir para os criminosos

Folha Vitória
Foto: Reprodução / TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Um motorista de aplicativo foi alvo de criminosos e acabou baleado na Serra. Ele atendeu o chamado de uma corrida em Laranjeiras e, ao chegar no local de embarque, dois homens entraram no veículo. Minutos depois, os supostos passageiros anunciaram o assalto.

De acordo com o motorista, ele parou em uma praça movimentada para pegar os dois homens. Já no carro, os rapazes sentaram no banco de trás e fizeram o trajeto de Laranjeiras até o bairro Feu Rosa, também na Serra. Durante o trajeto, o motorista passou pela rotatória próxima ao Hospital Dório Silva e seguiu em direção a Avenida Central B, local em que a dupla anunciou o assalto. 

Os dois criminosos apontaram uma arma para a cabeça da vítima e ordenou que dirigisse. Em meio ao desespero, o homem entrou com o carro em um posto de combustíveis e tentou fugir, mas acabou sendo baleado pelos criminosos. 

Nas imagens de videomonitoramento do posto é possível ver toda ação dos criminosos e também como o motorista tentou escapar do assalto.

A porta que a vítima entrou após o ocorrido dava acesso a um escritório do estabelecimento. No local estava uma funcionária que socorreu o motorista. Eles só saíram do escritório quando os criminosos foram embora.

O motorista preferiu não gravar entrevista, mas de acordo com a esposa dele, o criminoso que não estava armado mandava o outro atirar a todo momento. Os disparos atingiram a coxa da vítima, que foi socorrida para um hospital em Vitória. 

A companheira da vítima contou que, além da saúde do esposo, ela está preocupada com as contas da família, pois como marido ferido, não poderá trabalhar e ela está desempregada.

"A gente mora de aluguel e eu vou ter ficar não sei quanto tempo sem pagar. Não sei como vou fazer para pagar as minhas contas como aluguel, água, luz e comida".

Segundo informações da Polícia Civil, o caso foi registrado como tentativa de latrocínio e seguirá sob investigação. Mais informações não serão repassadas para preservar a apuração do caso.

* Com informações da repórter Marla Bermudes, da TV Vitória/RecordTV

Últimas