Folha Vitória VÍDEO | Rapaz chega alterado e coloca fogo na casa dos pais em Vila Velha

VÍDEO | Rapaz chega alterado e coloca fogo na casa dos pais em Vila Velha

De acordo com os donos da residência, o filho saiu algumas vezes, ao longo do dia, para beber e fazer uso de drogas

Folha Vitória
Foto: TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Uma casa pegou fogo, na tarde desta quarta-feira (22), no bairro Barramares, em Vila Velha. De acordo com o casal que mora na residência, o incêndio foi provocado pelo filho deles, de 21 anos.

As chamas começaram por volta das 16 horas. O pai contou que estava no fogão a lenha, cozinhando, quando o rapaz chegou alterado e pegou um pedaço da lenha em chamas.

O pai ainda tentou tirar o objeto da mão do filho, mas não conseguiu e o fogo começou a se alastrar pela casa. As chamas atingiram inicialmente uma almofada, depois se espalharam para o sofá, colchão, roupas e demais objetos.

O imóvel ficou completamente destruído. Por causa do fogo, a laje que dividia os dois andares da casa desabou.

Os moradores deixaram a casa e ninguém ficou ferido pelas chamas. No entanto, o rapaz que teria provocado o incêndio foi perseguido pelas ruas da região e agredido por moradores.

Ferido, ele retornou para a rua onde aconteceu o incêndio e se deparou com uma viatura da Polícia Militar. Segundo os pais dele e vizinhos, para fugir de mais agressões, o próprio rapaz abriu o cofre da viatura e entrou no veículo.

Os policiais o levaram para o Pronto Atendimento (PA) da Glória, também em Vila Velha, onde ele recebeu atendimento médico. Pouco antes das 19 horas, ele voltou para casa, em um veículo de aplicativo.

Rapaz chegou em casa alterado

De acordo com os donos da casa, o rapaz havia saído da residência algumas vezes, ao longo do dia, para beber e fazer uso de drogas. Da última vez que voltou, segundo eles, o filho estava com os olhos vermelhos e com sinais de embriaguez e de que estava sob efeito de entorpecentes.

Os pais do rapaz disseram ainda que vão passar esta noite na casa de amigos. Eles também já começaram a receber ajuda da comunidade para, aos poucos, retomar a vida normal e voltar a ter uma casa.

Eles também esperam receber ajuda para internar o filho em uma clínica para dependentes químicos.

* Com informações da repórter Fernanda Batista, da TV Vitória/Record TV 

Últimas