Folha Vitória Vigilantes são assaltados e um deles é levado como refém em Vitória

Vigilantes são assaltados e um deles é levado como refém em Vitória

Um das vítimas foi colocada no carro e obrigado a dirigir para os criminosos

Folha Vitória
Foto: Divulgação / Guarda Municipal de Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O Parque Municipal Vale do Mulembá, localizado no bairro Joana Darc, em Vitória, foi palco de momentos de medo para vigilantes. No início da noite de segunda-feira (15), eles foram abordados por três homens armados assim que chegaram ao trabalho. Um deles foi levado como refém e outro ficou amarrado dentro de um banheiro.

Uma das vítimas, que não quis ser identificada, afirmou que foi informado que havia suspeitos no parque. "Eu cheguei às 18 horas e eles passaram para mim que tinha três elementos dentro do parque. Assim que eu cheguei, eles foram pro fundo do parque e o pessoal saiu. Quando eles viram que o pessoal saiu, eles renderam a gente", contou.

As vítimas foram feitas reféns e levadas para dentro do banheiro do parque. "Eles chegaram, abordaram a gente. Falaram 'perdeu, perdeu' e levaram a gente para dentro da guarita e depois para dentro do banheiro. Amarraram e amordaçaram a gente. Botaram a fita na boca e foram pegando o que tinha que pegar. Levaram o celular, levaram as chaves do carro, da moto", relatou a vítima.

Depois que renderam os vigilantes, uma das vítimas foi levada por dois dos suspeitos. Ele foi obrigado a dirigir o próprio carro, já que os criminosos não sabiam conduzir o veículo. O terceiro suspeito fugiu pilotando a moto do vigilante, que ficou preso no banheiro.

"O Ciodes informou que três indivíduos armados entraram no Parque Mulembá, que fica na região de Resistência, informando que esses indivíduos amarraram os vigilantes e subtraíram os veículos. No momento da ação, um desses vigilantes foi colocado no veículo e forçado a dirigir o carro", explicou o inspetor Gabriel, da Guarda Municipal de Vitória.

Foi o vigilante de 47 anos que ficou preso dentro do banheiro. Ele conseguiu pedir ajuda depois que os suspeitos fugiram do local. Nos braços, ainda ficaram as marcas da violência. Eu consegui sair com uns 10, 15 minutos. Forcei lá e tirei a corda do braço. Está marcado ainda. Assim que eu saí, eu pedi o amigo aqui do lado para ligar para o 190 e acionei o meu inspetor", contou.

A Polícia Militar e a equipe da guarda municipal de vitória foram acionadas para atender a ocorrência. Mais tarde, o veículo foi encontrado abandonado na avenida Leitão da Silva. "O Ciodes passou a informação dos dois veículos que tinham sido subtraídos e o que mais preocupava era a situação do sequestro de um dos vigilantes, que estava em poder dos indivíduos. Foi esse o empenho para tentar encontrar o veículo e encontramos ele na avenida Leitão da Silva", disse o inspetor.

Os criminosos conseguiram fugir e até o momento, não foram localizados. O vigilante encontrado junto com o veículo foi encaminhado para a Delegacia Regional de Vitória. Ele ainda estava muito assustado com toda a situação. Segundo a Guarda, ele contou que foi agredido e que os criminosos usaram facão e arma de fogo, dizendo que iriam matá-lo a todo momento.

*Com informações da repórter Gabriela Valdetaro, da TV Vitória/Record TV

Últimas