Folha Vitória Vila Velha abre 12,7 mil vagas para vacinação contra covid-19 nesta quinta-feira

Vila Velha abre 12,7 mil vagas para vacinação contra covid-19 nesta quinta-feira

Serão vagas para primeira, segunda e terceira doses contra a doença. Adolescentes estão na lista

Folha Vitória
Foto: Leticia Siqueira / PMVV
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Nesta quinta-feira (16), a Prefeitura de Vila Velha vai disponibilizar 12.700 vagas  para imunização da primeira, segunda e terceira doses contra covid-19. O agendamento online terá início às 15h00 no site da prefeitura

As 8.700 vagas são para a  primeira dose da vacina e será destinada para os públicos de 18 anos ou mais, público geral de 15 a 17 anos e adolescentes de 12 a 17 anos com morbidades. 

Primeira dose- 12 a 17 anos (comorb.) - 2.700 vagas
Primeira dose - 15 a 17 anos - 4 mil vagas
Primeira dose - 18+ - 2 mil vagas

Para a segunda dose, as vagas serão para aqueles que tomaram a primeira dose da Coronavac após 28 dias. Para este grupo foram destinadas 1.500 vagas. 

Cerca de 2.500 vagas vão ser para a terceira dose ou dose de reforço, que serão aplicadas em pacientes imunossuprimidos, que tomaram a segunda dose após 28 dias de qualquer fabricante da vacina, e também para as pessoas com 60 anos ou mais, que foram vacinadas com a segunda dose de qualquer fabricante, há cinco meses.

Terceira dose - 60+ após cinco meses da segunda dose - 1.500 vagas
Terceira dose - imunosuprimidos após 28 dias da segunda dose - mil vagas

Os pacientes Imunussuprimidos são:

I - Imunodeficiência primária grave;
II - Quimioterapia para câncer;
III - Transplantados de órgão sólido ou de células tronco hematopoiéticas
(TCTH) em uso de drogas imunossupressoras;
IV - Pessoas vivendo com HIV/Aids com CD4 <200 céls/mm3;
V - Uso de corticoides em doses ≥20 mg/dia de prednisona, ou equivalente, por ≥14 dias;
VI - Uso de drogas modificadoras da resposta imune, conforme anexo único.
VII - Pacientes em hemodiálise;
VIII- Pacientes com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas
(reumatológicas, auto inflamatórias, doenças intestinais inflamatórias);

Comprovação e documentos necessários 

O paciente Imunossuprimdio deverá apresentar documento comprobatório (original e cópia) sendo ele de 2018 em diante, ou seja, dos últimos três anos, para condições permanentes e 90 dias para condições adquiridas e transitórias. Os serviços de vacinação ficam com a cópia.

No ato da vacinação, deverá ser apresentado pelos adolescentes:

Documento pessoal (identidade ou certidão de nascimento + CPF ou CNS).
Como documento comprobatório no ato da vacinação, será solicitado daqueles com condição especial:
Laudo médico indicando a comorbidade ou a condição existente;
Declaração do enfermeiro do serviço de saúde onde o usuário faz tratamento;
Laudo emitido por nutricionista no caso da obesidade mórbida;
Cartão de gratuidade no transporte público que indique condição de deficiência permanente;
Documentos comprobatórios de atendimento da pessoa com deficiência permanente em centros de reabilitação ou unidades especializadas no atendimento de pessoas com deficiência;
Documento oficial de identidade com a indicação da deficiência que indique se tratar de pessoa com deficiência permanente.

Últimas