Violência: mulheres são vítimas de agressões de ex-companheiros

Em dois dias, uma mulher foi agredida e teve quatro dentes quebrados e outra jovem foi baleada na perna

Foto: Divulgação
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Marcas pelo corpo, dentes quebrados e dificuldade para falar. Essa é a condição atual da mulher de 60 anos agredida pelo ex-companheiro na noite da última segunda-feira (31), no bairro Divino Espírito Santo, em Vila Velha. 

A vítima conheceu o agressor em um bar há cerca de quatro anos. Mesmo durante o relacionamento, a mulher contou que sempre foi ameaçada e recebia xingamentos do companheiro. A relação do casal era de idas e vindas

A última briga aconteceu na madrugada da última segunda-feira (31), após o ex-marido ter sacado o todo o dinheiro do auxílio emergencial, benefício concedido pelo governo federal, para comprar cachaça.  Ele teria ido até a casa da mulher, pulado o muro e a agredido várias vezes. 

A vítima contou que foi a irmão que a socorreu. O agressor está presos no Centro de Triagem de Viana. Agora, a mulher afirma que nunca irá perdoar o ex-companheiro. 

A mulher não é a única vítima da violência. Nesta terça-feira (01), uma jovem de 22 anos foi baleada na perna pelo ex-companheiro, no bairro André Carloni, na Serra. Ela contou que o ex-companheiro tinha ciúmes possessivo e teria sido o motivo das agressões. 

A vítima já solicitou medida protetiva mas, segundo a mulher, o suspeito continua ameaçando. Segundo a mulher, o casal estava junto há apenas dois meses e já teria sofrido diversas agressões. 

De acordo com a Polícia Civil, até o momento o suspeito de balear a ex-companheira na Serra, não foi detido. 

*Com informações da repórter Marla Bermudes, da TV Vitória/Record TV.