Folha Vitória Vitória fará festival de escolas de samba em outubro

Vitória fará festival de escolas de samba em outubro

Prefeitura vai patrocinar apresentações via edital com R$ 300 mil da Lei Aldir Blanc e todas as agremiações poderão participar do evento

Folha Vitória
Foto: Diego Alves/PMV
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória
Desfile de escola de samba no Carnaval de Vitória, no Sambão do Povo. Evento em outubro será "esquenta" para possíveis eventos de fevereiro do ano que vem, caso vacinação avança no Espírito Santo

Entre outubro de novembro deste ano, a Prefeitura de Vitória vai promover o que chama internamente de Festival de Apresentações de Escolas de Samba de Vitória. 

O evento, que deverá ser híbrido (com parte da programação ao vivo e parte pela internet), será patrocinado via edital com R$ 300 mil da Lei Aldir Blanc. O texto do edital será publicado até setembro.

A coluna, que não é boba nem nada, ainda apurou que o edital será lançado em setembro e que vai patrocinar um único projeto, que poderá contemplar quantas escolas de samba quiser para que todas participem do evento.

Por meio de nota, a Prefeitura de Vitória confirma que realizará o evento e diz que não se trata um carnaval, mas de um evento diferente que envolve o samba. Sobre o Carnaval 2022, o órgão diz que a prioridade será a vacinação contra a Covid-19.

"A Secretaria de Cultura de Vitória (Semc) informa que lançará, até setembro, um edital com recursos da Lei Aldir Blanc para direcionar cerca de R$ 300 mil para as escolas de samba do município. A ideia é realizar um evento 'híbrido' entre o final de outubro e início de novembro com apresentações das agremiações", diz trecho do posicionamento oficial enviado ao Folha Vitória.

"A Semc faz parceria com as agremiações para a realização de oficinas ligadas ao Carnaval de Vitória, como as que tiveram início recentemente em dois espaços culturais da capital: Museu Capixaba do Negro (Mucane) e Escola Técnica Municipal de Teatro, Dança e Música (Fafi). A Unidos da Piedade iniciou, no último mês de julho, aulas de tamborim e ensaios do grupo de passistas e casal de mestre-sala e porta-bandeira mirim nos dois equipamentos culturais", também adianta o órgão.

LEIA TAMBÉM: "Possível", diz médica sobre ex-Ken Humano, mulher trans, ter útero

Últimas