Folha Vitória Vitória registra 41% de isolamento social durante as novas restrições

Vitória registra 41% de isolamento social durante as novas restrições

No início da semana, a capital capixaba chegou a atingir 46,3% na taxa de isolamento, mas a recomendação é que esteja em 70%

Folha Vitória
Foto: Reprodução / TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Ruas e praias ensolaradas, o cenário perfeito para uma das praias mais movimentadas de Vitória. Conhecida por receber centenas de visitantes todos os dias, a Praia de Camburi ficou com um visual bastante diferente nesta terça-feira (30). Poucas pessoas estavam na praia, apenas algumas na areia e outras na água. Apesar de respeitaram o decreto do distanciamento, pelas ruas das redondezas a situação era bem diferente.

Mesmo com as recomendações de uso de máscara e distanciamento exigidas pelos órgãos de saúde, nas ruas dos bairro Jardim Camburi e Jardim da Penha, ainda foi possível encontrar pessoas sem máscara e indo contra ao distanciamento.

Obediente ao isolamento, a comerciante Maria do Carmo Pivate explicou que estava na rua apenas para o essencial e segue cumprindo as normas de segurança.

"Eu estou saindo agora porque vou rapidinho no mercado. Estou ficando mais em casa e meu marido também. Aguentar um pouquinho, nem que seja uma semana no ano, vale a pena para nós e para a humanidade, porque é uma questão mundial", explicou.

Com o objetivo de reduzir o fluxo de pessoas nas ruas e conter a disseminação do novo coronavírus, o governo do Espírito Santo deu início ao fechamento total dos comércios. A meta é atingir a taxa de isolamento social para 70%, porém, durante o mês de março, a capital capixaba registrou apenas 41% de isolamento, valor bem abaixo do ideal.

Leia também: Arcebispo de Vitória critica antecipação de três feriados religiosos na capital

O máximo de isolamento (46,3%) foi registrado na última segunda-feira (29)  e para aumentar este percentual, a prefeitura de Vitória decidiu antecipar três feriados: O Dia de Nossa Senhora da Penha, que seria no dia 12 de abril; o de Corpus Christi que seria 03 de junho; e o Dia de Nossa Senhora da Vitória, no dia 08 de setembro, quando também é celebrado o aniversário da cidade. Estas datas passam a ocupar respectivamente os dias 30, 31 e 01 de abril. 

Leia também: Supermercados, escolas e Correios: o que funciona ou não durante o feriadão em Vitória?

De acordo com o Secretário Estadual de Saúde, Nésio Fernandes, caso as pessoas não obedeçam o isolamento, pode chegar ao ponto de os médicos precisarem escolher qual paciente vai receber um leito.

"A ocupação hospitalar não consegue atender a todos os pacientes que simultaneamente ficam doentes em todo o Estado. Nós fizemos a maior expansão de leitos hospitalares do país proporcionalmente a cada 100 mil habitantes, no entanto, a velocidade de transmissão da doença e o grau de exposição que as pessoas estão se submetendo é muito grande", afirmou o secretário.

* Com informações da repórter Milena Martins, da TV Vitória/Record TV.

Últimas