Folha Vitória Vitória registra aumento de 4,05% no preço da cesta básica, aponta Dieese

Vitória registra aumento de 4,05% no preço da cesta básica, aponta Dieese

Alimentos como tomate, batata e açúcar registraram aumento considerável, fato que elevou o preço da cesta

Folha Vitória
Foto: Divulgação
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O ano mudou e assim como diversos setores que apresentam reajuste nos preços, com a cesta básica não foi diferente. Logo no início de janeiro a cesta apresentou um aumento de 4,05% no preço de acordo com um levantamento do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) ocupando a quinta posição no ranking do departamento.

Para a aquisição da cesta básica na capital capixaba, hoje o cidadão precisa desembolsar o valor de R$ 624,62 contra os R$ 600,28 no mês de dezembro no ano passado. Ainda sob efeito comparativo, no primeiro mês do ano, o valor da cesta em Vitória representou 61,39% do salário mínimo líquido, porcentagem a baixo dos 62,10% registrados em dezembro passado.

Com a quinta posição no ranking de cestas básicas mais caras do país, Vitória fica atrás apenas de Porto Alegre, Rio de Janeiro, Florianópolis e São Paulo. 

Foto: Divulgação
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Produtos mais pesados

Uma avaliação mensal do Dieese apontou que os produtos que mais puxaram a alta no preços e também tiveram aumento considerável no mercado foram tomate (55,79%), a batata (3,63%) e o açúcar (3,39%).

Neste mês nenhum produto apresentou instabilidade no preço, mas alguns alimentos passaram por reduções como a banana (5,69%), o leite (4,17%) e o óleo (3,40%).

Tendo como base o atual salário mínimo, o levantamento mostra também que, para o trabalhador capixaba adquirir os bens presentes na cesta básica seria necessário cumprir uma jornada de trabalho com 124 horas e 55 minutos.

Últimas