Folha Vitória Vizinhos de prédio interditado em Vila Velha poderão retornar às casas até o final desta semana

Vizinhos de prédio interditado em Vila Velha poderão retornar às casas até o final desta semana

Segundo a Defesa Civil, tudo depende do ritmo do trabalho de escoramento do edifício Santos II, em Nova Itaparica; prefeitura multou a construtora em R$ 130 mil

Folha Vitória
Foto: Reprodução / TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Os vizinhos do edifício Santos II, no bairro Nova Itaparica, em Vila Velha, poderão ser liberados a retornar às suas casas até o final desta semana. O prédio foi interditado pela Defesa Civil da cidade em 24 de janeiro, após apresentar risco de desabamento. A interdição atingiu um raio de 40 metros e cerca de 130 famílias tiveram que sair de suas residências.

O retorno desses moradores depende da finalização do serviço de escoramento, que é feito no prédio pela construtora responsável pelo imóvel. A ´previsão, segundo a Defesa, é que até sexta-feira (05), os trabalhos estejam concluídos. Além do trabalho de sustentação, a liberação depende também de análise conjunto de segurança feita pelas Defesas Civis estadual e municipal e por técnicos do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Espírito Santo (CREA-ES).  

Já em relação aos cerca de 200 residentes do edifício de cinco andares, mesmo com o escoramento concluído, eles não estarão liberados para residir no imóvel. Nessa primeira fase de estabilização das estruturas do prédio, eles acessar seus apartamentos apenas para buscar pertences pessoais e documentos, sob orientação da Defesa. 

Multas

A Prefeitura de Vila Velha multou a construtora Santos, responsável pelo prédio. As autuações e embargos  totalizam mais de R$ 130 mil. A fiscalização encontrou cinco edificações da empresa no bairro Nova Itaparica. 

Dois prédios em obras foram autuados e interditados por não terem licença de construção. Outros três são obras prontas, incluindo o condomínio Santos II, que não possuem o "habite-se" ou o certificado de conclusão. Essas, receberam o auto de infração do Artigo 85, inciso 1º, da Lei 46.216, que prevê a multa de R$12,40 por metro quadrado. 

Últimas