Folha Vitória Voos diários entre Guarapari e Belo Horizonte têm operações encerradas

Voos diários entre Guarapari e Belo Horizonte têm operações encerradas

Apesar do sucesso, a companhia aérea apontou algumas deficiências na operação

Folha Vitória
Foto: Arquivo/ FolhaOnline.es
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Funcionando diariamente desde o final do ano passado, os voos entre Belo Horizonte e Guarapari não irão mais acontecer. A Azul Linhas Aéreas encerrou a operação no município, que teve o primeiro voo recebido em 17 de dezembro. “Isso mesmo, encerramos. Já estava previsto. Essa era uma operação sazonal, visando a demanda adicional do período de alta temporada do verão”, informou o setor de comunicação da empresa.

Além de Guarapari (ES), Canela (RS), Torres (RS), Itanhaém (SP), Ubatuba (SP), Paraty (RJ), Angra dos Reis (RJ), Búzios (RJ) e Jericoacoara (CE) foram outros destinos das rotas do projeto. As atividades aconteceram durante a temporada de verão, entre 14 de dezembro e 31 de janeiro de 2021.

De acordo com a empresa, a proposta era um projeto piloto para fazer com que os viajantes das capitais trocassem o carro ou o ônibus pelo avião e pudessem curtir alguns dias em nove dos destinos mais procurados por turistas durante o verão. “Nem mesmo as dificuldades operacionais causadas por condições meteorológicas adversas atrapalharam o sucesso da operação de verão da companhia”.

Apesar do sucesso, a companhia aérea apontou algumas deficiências na operação. “O ‘Verão Azul Conecta’ nos deixou muito animados, mas mostrou que a deficiência na infraestrutura de alguns aeroportos ainda é uma barreira a ser vencida para garantirmos a regularidade de nossas operações”.

E finalizou. “Em pouco mais de um mês, a empresa realizou mais de mil operações. Esse sucesso pode estimular regiões turísticas a buscar permanência das operações em períodos de baixa temporada. Assim como o Rio de Janeiro, que irá continuar com os voos de forma regular”.

Em tempo

Em nota, a prefeitura se posicionou se há a intenção da continuidade dos voos. “A Secretaria Municipal de Turismo, Empreendedorismo e Cultura (Setec) esclarece que as operações de voo da empresa eram um plano piloto com início e fim já previamente estipulados. O município está realizando agendamento com a empresa para avaliação dos resultados deste plano piloto e possíveis propostas ou oportunidades de novos voos“.

Últimas